7 razões para não dormir sem escovar os dentes

Tempo de leitura: 6 minutos

Quem nunca foi dormir sem escovar os dentes pelo menos uma vez na vida? É comum chegar tarde de uma festa ou cansado do trabalho ou da faculdade e não fazer a higiene bucal, seja por preguiça ou esquecimento. Mas quando esse hábito se torna frequente, os problemas começam a aparecer.

A limpeza noturna é a mais importante do dia e não deve ser ignorada, tampouco feita de qualquer jeito, caso queira preservar sua boa saúde bucal.

No post de hoje vamos mostrar excelentes razões pelas quais você não deve ir para a cama sem dar aquela boa escovada nos dentes. Confira!

1. Impedir proliferação de bactérias

Dormir com os dentes sujos, com acúmulo de restos de comida, é um prato cheio para as bactérias. Isso acontece porque, durante o sono, a produção de saliva é drasticamente reduzida. E, como todos sabem, ela é a responsável por controlar a acidez bucal, impedindo a proliferação de bactérias.

Geralmente, uma pessoa dorme entre 6 e 8 horas por noite, o que é tempo mais que suficiente para as bactérias agirem livremente dentro de sua boca. Então, quando vai para a cama e não escova os dentes, você está deixando que elas cumpram uma jornada de trabalho completa em apenas uma noite.

O resultado disso você vai ver em poucas semanas e, acredite, não vai gostar.

2. Reduzir a formação de cáries

Uma excelente forma de reduzir suas chances de ter cárie é fazer uma boa higienização bucal antes de dormir. Como falamos, a falta de escovação noturna causa placa bacteriana.

Observe que, quando você dorme sem escovar os dentes, fica uma camada espessa e pegajosa sobre eles e as gengivas, que é justamente a placa bacteriana que foi acumulada na sua boca durante o sono.

3. Diminuir os riscos de doenças na gengiva

Ao criar o hábito de dormir sem fazer a higiene bucal corretamente, você abre espaço para que a placa bacteriana se instale em sua cavidade oral, dando origem ao tártaro — aquele material duro, amarelo e áspero que fica amontoado entre os dentes.

O acúmulo de tártaro causa doenças, como a gengivite. Essa patologia é caracterizada por inflamações e sangramentos constantes na gengiva. E, se ela não for tratada, pode gerar outros problemas na boca e de saúde em geral.

4. Garantir um hálito fresco e saudável

Já reparou como seu hálito fica mais desagradável pela manhã quando você não escova os dentes antes de dormir? A halitose é outro transtorno causado pela má higiene bucal, principalmente daquela feita à noite.

Então, se você quer ficar livre do bafo de onça, deixe a preguiça de lado e faça uma boa limpeza ao se preparar para deitar. Assim, tem mais chances de acordar com um hálito mais fresco e saudável.

5. Escovar os dentes à noite ajuda na retenção de flúor

A escovação noturna favorece a retenção do flúor presente na pasta dental. Isso acontece devido à redução do fluxo salivar que ocorre durante o sono, fazendo com que o aproveitamento da substância seja maior na cavidade oral e no nosso organismo.

Mas você deve tomar cuidado para não usar um dentifrício abrasivo, pois ele pode causar desgaste no esmalte dentário. Também não precisa colocar muito creme, um pingo do tamanho de uma ervilha já é o suficiente.

6. Ter um sorriso bonito e saudável

Essa talvez seja a razão mais importante para você nunca dormir sem escovar os dentes, pois as doenças bucais, como a cárie e a gengivite, causam perda dentária. E não há nada pior do que perder um dente, mesmo que existam soluções ortodônticas para esse problema.

Ter um sorriso bonito não é importante apenas para a estética, mas também para a qualidade de vida, pois influencia diretamente na nossa autoestima. Quando ela é afetada, podem surgir outros danos psicológicos (como a depressão), causando sérios prejuízos à saúde em geral.

Então, se deseja manter seus dentes bonitos e saudáveis, nunca ignore a escovação mais importante do dia. Além dos benefícios estéticos e emocionais, os bons hábitos de higiene bucal garantem que você tenha dentes até a velhice.

7. Causar problemas no coração

Como falamos, a má higiene bucal causa gengivite — que, se não for tratada, evolui para periodontite, doença que pode afetar todos os tecidos ao redor do dente.

Ela é uma patologia silenciosa, complexa e multifatorial. É originada por germes que se fixam na placa bacteriana, piorando o estado inflamatório da doença — além do risco de cair na corrente sanguínea e atingir os vasos do coração.

Caso isso aconteça, provoca outra inflamação, que reduz o fluxo sanguíneo e desencadeia doenças cardíacas e pode causar até mesmo um infarto.

Além disso, mulheres grávidas com periodontite podem ter um parto prematuro. Caso os micro-organismos contidos na boca da mãe caiam na corrente sanguínea, eles vão estimular o corpo a produzir substâncias responsáveis pelo aumento das contrações no útero.

É claro que esses problemas não são causados exclusivamente pela falta de escovação noturna, e sim por falta de higiene bucal em geral.

Mas não pense que uma limpeza mais ou menos vai garantir que você esteja livre desses distúrbios. Antes de dormir, faça a higiene bucal cuidadosamente, para que sua boca e seus dentes fiquem realmente limpos, além de adotar o hábito de usar o fio dental constantemente.

Também não adianta ir para a cama com restos de comida entre os dentes e, logo após acordar, começar o ritual de limpeza achando que isso vai compensar. Quando você levanta, as bactérias agiram a noite toda e o estrago já foi feito.

Claro que deixar de fazer a limpeza bucal um dia só não vai causar todos esses problemas, pois as doenças levam tempo para se desenvolver e manifestar. Mas esses maus hábitos devem ser evitados para não se tornarem rotineiros e mais difíceis de abandonar.

O que achou do post? Foi útil para esclarecer suas dúvidas sobre os prejuízos de dormir sem escovar os dentes? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais e mostre para eles como é importante cuidar da saúde bucal.

Sobre Dr. Francisco

Dr. Francisco de Oliveira Castro
Dentista avaliador na clínica Vital Implantes.
CRO-DF 9447
Graduado em 1997 pela FELA-INCA/UEMG;
Pós-graduando em Implantodontia na EAP-ABO de Campo Belo - MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *