Saiba como evitar e tratar cárie em criança

Tempo de leitura: 6 minutos

Será que devo me preocupar com a cárie em criança, já que a dentição é de leite? Muitos pais têm essa dúvida e acabam não dando importância para esse problema que, quando não tratado, pode comprometer os dentes permanentes.

É importante ficar atento à qualquer mudança no sorriso dos pequenos, bem como às queixas. Para receber todas as orientações e fazer a prevenção de saúde bucal, são indispensáveis as consultas periódicas ao odontopediatra.

Quer entender melhor como cuidar dos dentes das crianças e prevenir a cárie? Confira nosso post e tire suas principais dúvidas!

Por que levar a criança desde cedo ao dentista?

Muita gente não sabe qual é o melhor momento para levar o filho ao dentista pela primeira vez. E a resposta é: o quanto antes! Assim que nasce o primeiro dentinho do bebê, ele já pode consultar com o odontopediatra — que é o especialista na saúde bucal desses pequenos pacientes.

Mas ninguém precisa se preocupar se esperou o filho crescer um pouquinho! O importante é ter esse hábito de levá-lo às consultas com regularidade. Dessa forma, a criança começa a se acostumar com o ambiente do dentista, os materiais e procedimentos de rotina e já recebe as orientações de prevenção — como os cuidados com a escovação, por exemplo.

Momento lúdico

O odontopediatra é preparado para receber esses pacientes. Por isso, tudo acontece de forma bastante lúdica e no tempo da criança. Normalmente, esse consultório é ambientado com cores alegres e brinquedos, o que torna o momento bastante descontraído.

O check-up faz a prevenção da cárie e de outros problemas bucais, já que o dentista realiza a profilaxia, aquela limpeza mais completa, e aplicação de flúor. Além disso, o especialista faz o acompanhamento do desenvolvimento orofacial da criança, identificando precocemente qualquer anormalidade.

Como é feito o tratamento de cárie nesses pacientes?

A cárie em criança é um problema bastante comum e isso ocorre devido a alguns fatores, como:

  • descuido com a escovação;
  • excesso do consumo de açúcar.

A questão é que a cárie pode surgir sem sintoma algum — às vezes é uma manchinha branca no esmalte do dente. Assim, o acompanhamento periódico com o odontopediatra é fundamental.

Quando detectada, a lesão precisa ser tratada o quanto antes para não comprometer a estrutura dentária. Caso a cárie atinja a raiz do dente, por exemplo, pode infectar inclusive o dente permanente, que ainda nem nasceu.

Se a lesão for superficial, o profissional faz aplicação de flúor e dá orientações. Para cáries mais profundas, é preciso aplicar anestesia para fazer a restauração dentária. Dependendo da extensão, pode ser necessário o tratamento de canal radicular ou a extração do dentinho.

A extração pode causar a movimentação dos outros dentes de leite, já que ela deixa um espaço na arcada e também pode fazer com que os permanentes cresçam tortos.

Como fazer a prevenção da cárie em criança?

Acompanhe abaixo algumas medidas para garantir que as crianças tenham um sorriso bonito e saudável:

Monitore o consumo de doces

Todo mundo sabe que criança adora doce, mas é preciso ficar atento ao consumo exagerado, pois o açúcar favorece o aparecimento da cárie. Assim, é importante controlar a ingestão desses alimentos. Os pais podem restringir os doces na semana e liberar aos sábados e domingos, por exemplo. 

Além de balas, chicletes e chocolates, o açúcar está presente em muitos produtos industrializados. Sabe aquele suco de caixinha que você acha que é saudável? Na verdade, contém uma grande quantidade desse ingrediente, muitas vezes até superior aos refrigerantes.

Para prevenir a cárie em criança, escove os dentinhos após o consumo desses alimentos ou, pelo menos, peça para que ela beba bastante água, o que já ajuda na limpeza da boca.

Oriente a escovação

As crianças pequenas ainda não sabem escovar os dentes de forma correta, desse modo é importante estar por perto para orientá-las. Ajude na hora de colocar o creme dental e veja se ela passa a escova sobre todos os dentes de forma suave.

Para incentivar esse momento, compre produtos coloridos e com personagens. Em farmácias e supermercados existe uma variedade de marcas e modelos.

Quanto ao creme dental, basta uma quantidade muito pequena para que a limpeza seja efetiva. Esse cuidado é importante, pois as crianças não sabem cuspir e podem engolir muito flúor — situação que desencadeia a fluorose e pode causar manchas nos dentes permanentes.

Confirme com o odontopediatra qual a orientação do sobre o creme indicado para a faixa etária do seu filho, bem como a quantidade correta.

Ensine a usar o fio dental

Para limpar todos os cantinhos da boca, especialmente entre os dentes, é fundamental usar o fio dental. Muita gente acha que é um item para adulto, mas está muito enganado. Ele ajuda na prevenção da cárie e gengivite em todas as idades.

Há marcas que fazem fio dental para crianças, com diferentes sabores e personagens nas embalagens .

Realize a escovação antes de dormir

Verifique se a criança escova os dentes antes de dormir. Durante o sono, a produção da saliva, que ajuda na limpeza bucal, é menor. Por isso, as chances de cárie aumentam caso fique algum resto de alimento nos dentes.

Para bebês, procure retirar as mamadeiras da madrugada, pois elas podem contribuir para as lesões nos dentinhos.

Esteja atento às queixas das crianças

Além de verificar se está tudo certo com o sorriso dos pequenos, fique atento às suas queixas, como dor de dente, sensibilidade com alimentos quentes ou frios ou qualquer outro incômodo.

Para tirar a dúvida, consulte o odontopediatra para que ele examine se há algum problema, como a cárie.

Faça o check-up odontológico

Leve seu filho ao dentista duas vezes ao ano ou em um intervalo menor — caso ele esteja fazendo o controle de cárie. Com essa medida, você garante uma boca livre de doenças, o que reduz as chances de tratamentos mais invasivos.

Agora você já sabe que a cárie em criança é um problema sério, por isso é fundamental fazer a prevenção no dia a dia. Realizar a escovação adequadamente e ir periodicamente ao dentista deve ser um hábito para os pequenos. São ações simples que garantem um sorriso saudável também na vida adulta.

Gostou do nosso post? Aproveite e compartilhe essas informações de saúde bucal com seus amigos nas suas redes sociais!

Sobre Dr. Francisco

Dr. Francisco de Oliveira Castro
Dentista avaliador na clínica Vital Implantes.
CRO-DF 9447
Graduado em 1997 pela FELA-INCA/UEMG;
Pós-graduando em Implantodontia na EAP-ABO de Campo Belo - MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *