Veja como a odontogeriatria é importante para a boa saúde bucal dos idosos

Tempo de leitura: 4 minutos

O avançar da idade não é desculpa para se descuidar da saúde bucal. Pelo contrário: existe até uma especialidade voltada para quem já chegou na terceira idade. Estamos falando da odontogeriatria.

Os idosos possuem algumas particularidades em relação à saúde bucal; por isso é importante contar com um dentista que se especializou para cuidar desse público, garantindo assim um atendimento completo e de qualidade.

Quer entender por que a odontogeriatria é fundamental para a boa saúde bucal e qualidade de vida dos idosos? Acompanhe nosso post!

O que é odontogeriatria?

É a especialidade da Odontologia que se volta para os cuidados dos idosos atuando na prevenção, diagnóstico e tratamento de problemas de saúde bucal mais comuns à população dessa faixa etária.

É uma área que conta com profissionais qualificados para atender de um modo diferenciado e humanizado o paciente da terceira idade, com conhecimento para identificar as principais doenças que acometem esse público.

Qual a sua importância para a terceira idade?

É fundamental que os idosos contem com um atendimento odontológico especializado. Isso porque eles são mais suscetíveis a algumas doenças na cavidade bucal que, quando identificadas no início, podem evitar consequências mais sérias para a saúde da boca e para o organismo.

Conheça os principais problemas bucais que acometem as pessoas na terceira idade.

Doenças periodontais

Os idosos podem sofrer com infecções nas gengivas (gengivite) e nos tecidos que fazem a sustentação dos dentes (periodontite). É um quadro que precisa ser tratado para evitar a perda dentária.

As doenças periodontais podem ser decorrentes de uma higienização inadequada, causada, muitas vezes, pela fraqueza motora do indivíduo ou por conta de outras doenças preexistentes, como o diabetes, que contribuem para o aparecimento dessas infecções.

Cáries

Com o passar da idade, é comum a redução da sensibilidade gustativa. Dessa forma, muitos idosos têm a tendência de colocar mais temperos, sal e açúcar nos alimentos, justamente para sentir o sabor.

O problema é que o açúcar é o grande vilão da saúde bucal e contribui para o aparecimento das cáries, ainda mais quando associado a uma limpeza ineficiente.

Boca seca

Distúrbios de saúde, uso de alguns medicamentos ou tratamentos quimioterápicos podem ter como consequência a redução da saliva (xerostomia). O problema deixa a boca desprotegida, contribuindo para o surgimento das cáries, doenças periodontais e o mau hálito.

O odontogeriatra fará uma avaliação do caso, indicando o melhor tratamento, que pode incluir uso de medicamentos para evitar a secura na boca.

Lesões

Próteses mal adaptadas podem causar lesões nos tecidos bucais, como aftas ou cortes. Por isso, é importante o acompanhamento odontológico para a realização dos ajustes necessários nessas peças.

Sensibilidade dental

Pessoas mais velhas são mais suscetíveis à retração gengival, que deixa as raízes dos dentes expostas e aumentam a sensibilidade de contato. Por isso, ela causa um grande incômodo no momento da ingestão de alimentos muito quentes, frios, ácidos ou açucarados.

Como os idosos devem cuidar da saúde bucal?

Para evitar transtornos de saúde bucal e envelhecer com qualidade de vida, é essencial que os idosos tomem alguns cuidados. Veja.

Higienização bucal completa

Não tem segredo: é fundamental escovar os dentes após as refeições e antes de dormir. Utilize uma escova de cerdas macias, creme dental com flúor, fio dental e também o limpador de língua.

Limpeza das próteses

Faça a escovação da prótese dentária com escova própria e sabão neutro ou produtos efervescentes para a limpeza química do acessório.

Atenção à alimentação

Tenha uma alimentação balanceada, priorizando frutas, legumes e verduras. É importante não exagerar nos doces. E, para garantir a hidratação, beba bastante água.

Consultas ao odontogeriatra

Por fim, realize um acompanhamento periódico no odontogeriatra. Você faz uma avaliação da saúde bucal, limpeza e pode identificar qualquer problema ainda no início.

Viu só como a odontogeriatria é importante para você envelhecer com qualidade de vida? É necessário estar atento à saúde bucal e buscar atendimento em uma clínica com profissionais especializados em todas as áreas da odontologia e preparados para atender a terceira idade.

Gostou das nossas dicas? Aproveite e conheça também os cuidados de saúde bucal que não podem faltar depois dos 50

Sobre Dr. Francisco

Dr. Francisco de Oliveira Castro
Dentista avaliador na clínica Vital Implantes.
CRO-DF 9447
Graduado em 1997 pela FELA-INCA/UEMG;
Pós-graduando em Implantodontia na EAP-ABO de Campo Belo - MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *