Tipos de cárie: entenda quais são e as diferenças entre eles

Tempo de leitura: 3 minutos

cárie dentária é uma doença infecciosa resultante da colonização da superfície do esmalte por micro-organismos – especialmente os Streptococcus mutans – que ao metabolizar carboidratos produzem ácidos.

Essa acidez localizada leva à dissolução do fosfato de cálcio das camadas superficiais da estrutura do esmalte, liberando fosfato e cálcio para o meio bucal. Essa perda mineral pode levar à formação de uma cavidade ou mesmo à destruição de toda a estrutura dentária.

Apresentaremos, a seguir, tudo o que você precisa saber sobre os principais tipos de cáries e as diferenças entre eles. Continue a leitura e confira!

Quais são os principais tipos de cáries?

Existem três tipos principais de cárie. Veja quais são eles a seguir.

Coronária

Considerada a mais comum tanto em crianças quanto em adultos, essa cárie é o caso mais simples. Na falta de eliminação da placa bacteriana, a cárie se desenvolve sobre a face exterior e plana dos dentes.

É um dos tipos mais fáceis de ser tratado, uma vez que, em muitos casos, apenas aplicação do flúor soluciona o problema.

Radicular

A cárie radicular está associada à progressiva retração das gengivas com o avançar da idade, principalmente, o que faz com que a raiz dos dentes fique mais exposta. Como não existe esmalte cobrindo essas áreas, elas ficam mais susceptíveis à deterioração, provocando cáries do tipo radicular.

Recorrente

Esse tipo de cárie está associado ao acometimento recorrente de uma mesma região em que a deterioração pode ocorrer em locais com grande acúmulo de placa bacteriana, como em volta das restaurações e coroas (parte exposta do dente) existentes. Sendo assim, a melhor forma de prevenção se dá por meio da higiene dental.

Fatores determinantes

Existem alguns fatores determinantes para a doença. Veja quais são eles!

Hospedeiro

O hospedeiro compreende os dentes e a saliva. O dente é o local onde a doença se manifesta. Algumas condições tornam o indivíduo mais suscetível à doença, como a morfologia dental.

A saliva contém íons bicarbonato e fosfato que neutralizam os ácidos produzidos pelos microrganismos que provocam a cárie. Além disso, tem a função de limpeza das superfícies dos dentes.

Microrganismos

Os Streptococcus mutans, Streptococcus sobrinus e Lactobacillus são os micro-organismos que têm as características específicas para participar do processo da doença.

Dieta

A constante ingestão e a consistência dos carboidratos interferem no desenvolvimento da doença. Por exemplo, as balas mastigáveis são pegajosas e têm um tipo de carboidrato mais cariogênico.

Tempo

A desmineralização dos dentes leva um tempo para acontecer após os 3 fatores anteriormente citados.

Diagnóstico

A destruição dos tecidos dentários pode ser diagnosticada em seus estágios iniciais, nos quais ocorreram apenas lesões a nível de esmalte, ou mais tardiamente, quando já é possível observar cavitação em dentina e/ou necrose da polpa dentária.

Tratamento

Após identificada, é preciso dar início ao tratamento da cárie, a fim de evitar que a lesão no dente aumente. O tratamento varia de acordo com a gravidade da doença, podendo ser realizado por meio de remoção do biofilme, obturação, educação e instrução de higiene e dieta ou aplicação de fluoretos.

Dessa forma, é importante atentar à saúde bucal para evitar que desconfortos como esses tipos de cárie afetem a sua qualidade de vida. Por isso, ao observar qualquer anormalidade em seus dentes, procure um profissional qualificado para diagnóstico e tratamento.

Agora que você já sabe quais são os principais tipos de cáries e suas causas, continue com a visita no blog e leia também nosso artigo sobre: limpeza dentária e a importância para sua saúde bucal. Vamos lá?

Sobre Dr Pedro Henrique

Dentista avaliador e responsável técnico da Vital Implantes Unidade Goiânia
CRO GO: 12179
Graduado em 2011 pela FOUSP ( Faculdade de Odontologia Universidade de São Paulo)
Especialista em Ortodontia pela FUNORTE (2017)
- Atualização em implantes HC-SP (2011)
- Curso de relacionamento interpessoal dale carning (2017)
- Curso de PNL dale carning

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *