Veja como escovar os dentes corretamente

Tempo de leitura: 6 minutos

Todo mundo quer ter um sorriso bonito e saudável, não é verdade? Porém, isso só vem com uma rotina de higienização bucal muito bem acertada. Afinal, o uso correto da escova e do fio dental são fundamentais para evitar problemas bucais comuns, como a gengivite, o tártaro e cáries.

A escova vem primeiro, removendo boa parte das placas, enquanto o fio dental vem logo após, retirando os restos de alimentos que tiverem ficado entre os dentes ou sob a gengiva. Por fim, o enxaguante bucal dá a proteção final — e aquele toque no hálito.

Então, sua rotina de higiene bucal é assim? Será que você sabe mesmo como escovar os dentes corretamente? Continue lendo este post e descubra!

Escolha os instrumentos corretos

Em primeiro lugar, para realizar uma escovação perfeita é necessário ter os instrumentos corretos. Portanto, veremos agora algumas dicas para você conseguir escolher a melhor escova e o creme dental correto para a sua higienização diária. Confira:

1. A escova dental

Preste atenção na hora de escolher a sua escova dental, pois nem sempre a mais bonita é a melhor. Você deve ficar atento, principalmente, às seguintes características: maciez das cerdas e tamanho da cabeça.

Existe um senso comum no Brasil de que as cerdas mais duras são mais eficazes na higienização, mas esse pensamento é falacioso, pois cerdas muito rígidas podem causar lesões nas gengivas. Então, para garantir uma boa escovação, a melhor opção é a escova com cerdas mais macias.

O outro ponto importante, como dissemos, é o tamanho da cabeça da escova. Ela deve ser pequena e arredondada, facilitando bastante o seu alcance aos locais mais difíceis da boca, como a parte de trás dos últimos dentes, por exemplo.

2. O creme dental

Atualmente, a variedade de marcas e tipos de cremes dentais é tão grande que você pode acabar ficando perdido ao olhar para as prateleiras dos mercados. Por isso, é importante que você peça a orientação do seu dentista na hora dessa escolha.

E lembre-se: mais creme na escova não significa mais limpeza. Na hora da escovação, utilizar uma quantidade equivalente ao tamanho da largura da escova já é suficiente.

Saiba como escovar os dentes corretamente

Quanto à escovação, propriamente dita, o primeiro ponto a se observar é que ela não pode ser muito rápida. Se não, certamente, ela será descuidada e não conseguirá retirar todos os restos alimentares.

Uma boa escovação tem, em média, de 2 a 3 minutos. Portanto, se você leva menos tempo do que isso, comece a prestar mais atenção — você pode estar deixando a desejar na sua higiene bucal.

escovação adequada - vital impantes

Por onde começar a escovação é indiferente, mas é importante que você siga a higienização dos dentes de maneira sequencial, dente a dente, até chegar a outra extremidade da boca. Quando chegar ao final, retorne escovando o outro lado.

Se tiver começado escovando a parte da frente, volte escovando a parte de trás, e vice-versa. Após isso, escove a parte superior dos dentes e, quando terminar uma arcada, passe para a outra.

Faça movimentos de vai e vem, sem colocar muita pressão e velocidade — assim você não machuca a gengiva. E não se esqueça de escovar a língua também, levemente, para garantir um hálito mais fresco.

O melhor horário para escovação

O melhor horário para a escovação é sempre após as refeições, mas isso não quer dizer imediatamente após — o ideal é esperar em torno de 30 minutos. Isso porque, nesse tempo, a saliva age neutralizando o pH dos alimentos e bebidas que você ingeriu.

Essa é a melhor forma de se proteger contra problemas bucais. Ainda assim, se você não conseguir, por algum motivo, realizar a higienização após uma refeição, é muito importante se lembrar de escovar os dentes corretamente, ao menos, antes de dormir.

Afinal, durante o sono é quando a nossa boca fica mais exposta ao surgimento de problemas bucais, já que há uma diminuição da produção de saliva. Logo, faça de tudo para manter a boca limpa, pelo menos, enquanto estiver dormindo.

Não se esqueça do fio dental

Muita gente não dá a devida atenção ao uso do fio dental na sua rotina de higienização bucal, mas ele tem uma função essencial. Isso porque a escovação não é suficiente para realizar uma limpeza completa, uma vez que não consegue alcançar todas cavidades da boca.

As áreas sob a gengiva e entre os dentes, por exemplo, são difíceis de se alcançar com a escova — ao mesmo tempo, são excelentes para depositar restos alimentares. Se um pedaço de fruta fica preso entre os nossos dentes, não demoramos muito para retirar, porque incomoda bastante, não é?

Por isso, o perigo está nos pedaços menores, que se depositam nessas áreas e não são notados. Caso não sejam retirados, podem formar placas e evoluir para tártaros, o que pode gerar outros problemas, como as cáries. Então, não se esqueça do fio dental!

Finalize com o enxaguante bucal

Por fim, se você seguiu todas as dicas anteriores, agora só falta usar o enxaguante bucal para finalizar a sua higienização. Mas, aqui, é importante enfatizar o “finalizar”. Afinal, ao contrário do que muitas pessoas acreditam, o enxaguante bucal não serve como um substituto da escovação ou da passagem do fio dental.

Na verdade, ele funciona como um complemento dessas atividades. Inclusive, utilizar o enxaguante sem ter escovado os dentes e passado o fio dental ainda te deixará desprotegido em relação a diversos problemas bucais.

Então, escolha um produto com flúor — se possível, um que não tenha álcool em sua fórmula — e prefira os bochechos aos gargarejos. Dessa forma, você diminui as chances de engolir acidentalmente o enxaguante, o que pode ser prejudicial à sua saúde. E lembre-se de não lavar a boca novamente, depois de cuspi-lo, para não minimizar o seu efeito.

Pronto! Agora, você já sabe tudo o que precisa saber sobre como escovar os dentes corretamente. E, se você curtiu o nosso post e essas dicas, aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais! Assim, você poderá ajudar outras pessoas também!

Sobre Vital Implantes

O lugar certo para cuidar do seu sorriso!

Especializada em Implantes Dentários, a Vital se notabilizou por viabilizar a execução deste procedimento, até mesmo para aquelas pessoas que jamais imaginaram serem capazes de realizá-lo.

Como adquire sempre uma grande quantidade de Implantes, a Vital tem uma condição especial junto às melhores fabricas e essa mesma condição é transferida ao paciente durante a negociação do seu plano de tratamento. Dá até pra dizer que só não faz o tratamento, quem não quer.

Além de só trabalharmos com as melhores marcas de Implantes, nosso corpo clínico é formado apenas por mestres e especialistas. Dessa forma, conseguimos duas coisas muito boas: reduzimos o tempo de execução e aumentamos a qualidade do tratamento.

Claro que não fazemos apenas Implantes dentários. Temos especialistas nas áreas de periodontia, endodontia, demais cirurgias, ortodontia, prótese e dentística. Dá para fazer todos os procedimentos no mesmo lugar.

Visite uma das nossas unidades e comprove. Além de sabermos muito de odontologia, somos especializados em recebê-lo bem e viabilizar a realização do seu tratamento.

> Para agendar uma avaliação ligue:
- Brasília (61) 3032-5666
- Goiânia (62) 3996-6666

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *