O que é e como remover a placa bacteriana dos dentes

Tempo de leitura: 3 minutos

Quando o assunto é cuidado com os dentes, não dá para negar que é cada vez mais comum encontrar pessoas falando de placa bacteriana, já que esse é um dos problemas mais usuais.

Ainda assim, poucas pessoas sabem o que provoca essa situação, como evitá-la ou ainda como remover a placa. Se você se enquadra nesse grupo, então é hora de mudar a realidade agora mesmo! Leia este post até o final e fique por dentro do assunto. Vamos lá?

Afinal de contas, o que é placa bacteriana?

A placa bacteriana é uma película transparente e pegajosa que adere aos dentes. Ela começa a se formar quando a higienização não é feita da forma correta (e, justamente por isso, sua composição envolve restos de alimentos, microrganismos e células descamadas). Quando não é removida, ela cria um perfil amarelo/acinzentado e, de quebra, ainda fica mais espessa.

O que ela pode provocar?

Quando essa situação não é tratada, pode gerar problemas ainda maiores. Isso acontece porque a placa bacteriana conta com microrganismos vivos que têm um papel ativo. As bactérias depositadas nos dentes trabalham a todo momento, fermentando o açúcar proveniente da alimentação e mudando o pH dos dentes.

Ela começa por meio do tártaro  que é como se fosse uma solidificação da placa. Depois de formado, ele dificulta ainda mais a higienização. Além disso, como a placa se forma especialmente entre os dentes e a gengiva, é comum também perceber complicações como cárie dental, gengivite e periodontite. Em casos mais graves, elas podem afetar a língua e a garganta.

Como retirá-la?

A melhor forma de remover a placa bacteriana é com uma higienização completa. Isso envolve escovação, uso do fio dental diariamente e complemento com o enxaguante bucal sem álcool. Desse modo, as bactérias são removidas assim que se depositam.

Quando a placa bacteriana atinge a garganta, opções como o gargarejo com água morna e sal ou com enxaguantes bucais podem ajudar muito também.

Também existem situações em que a placa só pode ser retirada pelo dentista, pois alguns locais tornam o processo mais difícil (como a parte posterior da boca). É bom ficar atento e realizar consultas periódicas a cada 6 meses para manter a saúde bucal em dia.

Como prevenir essa situação?

Como adiantamos, a melhor forma de prevenir esse tipo de desgaste é por meio de higienizações recorrentes. Elas devem acontecer pelo menos 3 vezes ao dia (sem contar que esse tipo de cuidado é ainda mais importante antes de dormir, portanto não abra mão dele).

Outra opção envolve o cuidado com a dieta. É importante evitar alimentos ricos em açúcar ou se alimentar com muitos carboidratos, principalmente em situações nas quais não há a possibilidade de escovar os dentes em seguida. Essa é uma forma de reduzir as chances de sofrer com a placa bacteriana.

Para fechar, não poderíamos deixar de citar a importância dos cuidados de um profissional especializado. Ele é capaz de fortalecer os dentes e mantê-los bonitos e saudáveis com mais facilidade.

Depois de ler este post e entender um pouco mais sobre a placa bacteriana, esteja atento e mantenha as dicas que compartilhamos aqui em dia. Você vai perceber que seu sorriso vai ficar ainda mais bonito com esses cuidados.

Caso precise de suporte para esse tipo de situação, então entre em contato conosco. Contamos com uma equipe séria e preparada para cuidar de você!

Sobre Dr Pedro Henrique

Dentista avaliador e responsável técnico da Vital Implantes Unidade Goiânia
CRO GO: 12179
Graduado em 2011 pela FOUSP ( Faculdade de Odontologia Universidade de São Paulo)
Especialista em Ortodontia pela FUNORTE (2017)
- Atualização em implantes HC-SP (2011)
- Curso de relacionamento interpessoal dale carning (2017)
- Curso de PNL dale carning

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *