Saiba quais são os principais tipos de aparelho ortodôntico

Tempo de leitura: 4 minutos

Existem diversos tipos de aparelhos ortodônticos. Eles são indicados para problemas e necessidades distintas, além de atenderem ao desejo do paciente, em especial no que diz respeito a impactos estéticos.

Neste post listamos alguns desses tipos para que você conheça as opções disponíveis para corrigir a posição dos dentes e a mordida. Continue lendo para saber um pouco mais sobre cada um deles.

Quais os tipos de aparelho ortodôntico?

Todos os tipos de aparelho ortodôntico têm a função de corrigir o alinhamento dos dentes ou problemas na mordida. Também ajudam a tratar algumas condições que afetam os ossos faciais, promovendo harmonia e simetria.

O uso de aparelhos traz benefícios para a aparência, a sua saúde bucal e a funcionalidade da arcada dentária. Isso porque dentes desalinhados deixam o sorriso desarmônico, causam dificuldade para fazer a higienização bucal e trazem complicações em longo prazo para os ossos faciais e os próprios dentes.

Esses dispositivos são divididos em dois grupos, fixos e móveis. Cada um deles possui variações que atendem a diferentes necessidades e são indicados para problemas ortodônticos distintos.

Aparelhos ortodônticos fixos

Ficam colados nos dentes e não podem ser retirados da boca. Permanecem ali até terminar o tratamento, e seu uso é contínuo mesmo durante a alimentação e higienização bucal. Seus principais tipos são:

Metálico

É o aparelho ortodôntico mais tradicional, confeccionado a partir de uma liga metálica chamada de nitinol, composta por níquel e titânio. Sua coloração é prateada e, apesar de ser funcional, não traz ganhos estéticos durante o tratamento.

Estético

Sua atuação e estrutura são iguais ao aparelho anterior. A diferença entre eles está no fato de que o aparelho estético proporciona um tratamento mais discreto. Isso porque sua coloração é semelhante à do esmalte dentário, por ser confeccionado em porcelana, policarbonato ou safira.

Lingual

Esse é um dos tipos de aparelho ortodôntico considerados como invisíveis. Recebe essa classificação porque os bráquetes são colados na face interna dos dentes. Eles ficam escondidos e mantêm contato com a língua, daí o seu nome. O aparelho lingual é mais indicado para tratamentos ortodônticos simples e praticantes de esportes, já que previne lesões por impactos.

Expansor palatino

É fixado nos dentes superiores para expandir o céu da boca quando a arcada superior é estreita demais em relação à inferior. Como se posiciona atrás dos dentes e se encaixa no palato, esse tipo de aparelho fica invisível na boca.

Aparelhos ortodônticos móveis

Podem ser retirados da boca pelo próprio paciente, em especial na hora de se alimentar e fazer a higienização bucal. Dependem muito da sua colaboração para que tragam bons resultados, já que precisam ser utilizados por um tempo mínimo para promoverem a movimentação dos dentes. Os principais são:

Tradicionais

Esse é o modelo mais popular, sendo que sua estrutura visível na boca é apenas um arco metálico que cruza a arcada dentária superior. Sua indicação principal é para crianças entre seis e 12 anos de idade, a fim de manter ou ampliar o espaço natural onde os dentes permanentes devem nascer. Ajudam a prevenir ou minimizar problemas ortodônticos futuros.

Alinhadores invisíveis

Semelhantes a moldeiras de clareamento ou placas miorrelaxantes. Esse tipo de aparelho é composto por um conjunto de dispositivos fabricados em material transparente. Esses dispositivos, usados sucessivamente, têm pequenas diferenças entre si, que promovem a movimentação dos dentes sem que o tratamento seja evidente.

Qual é o melhor aparelho?

Entre os tipos de aparelhos ortodônticos não é possível apontar o melhor, porque isso varia em função da necessidade e desejo de cada pessoa. Segundo a indicação do especialista, as preferências do paciente e suas características, é definido o melhor dispositivo.

Alguns fatores considerados são os problemas diagnosticados, a idade do paciente, seu estilo de vida, investimento pretendido, ganhos estéticos e características orgânicas, já que alguns pacientes podem apresentar alergia a certos materiais.

Mas independentemente de qual dos tipos de aparelho ortodôntico você usará, o fato é que, ao precisar de tratamento, é fundamental procurar um especialista. Afinal, corrigir o posicionamento dos dentes é essencial para manter uma boa aparência e o equilíbrio da saúde bucal, alcançando mais qualidade de vida.

Descubra qual é o aparelho ideal para você. Entre em contato conosco e agende um horário com nossos especialistas.

Sobre Dra Caroline

Dra Caroline Wolff Marra
Coordenadora Clínica da Vital Implantes e Tratamentos dentários
CRO: 10849-DF
Graduada em 2014 pela Universidade Católica de Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *