Palito de dente ou fio dental? Saiba qual usar!

Tempo de leitura: 6 minutos

Temos à nossa disposição, diversos tipos de produtos para fazer a higiene bucal, esse é o caso do palito de dente e do fio dental. Embora a função principal do palito seja espetar petiscos, ele também costuma ser usado a fim de remover resíduos de alimento dos dentes.

Mas entre um método e outro, qual deles é o mais indicado para manter os dentes limpos? Existe um momento em que seria melhor o fio ou então o palito? E será que palitar os dentes pode trazer algum prejuízo para a saúde bucal?

Quer saber as respostas dessas perguntas? Então, continue lendo este artigo e descubra tudo o que precisa saber sobre esse assunto!

Quando usar o palito de dente ou o fio dental?

Tanto o palito de dente quanto o fio dental são utilizados para fazer a remoção de resíduos que ficam presos aos dentes após uma refeição. O palito, no entanto, é uma opção mais prática e acessível.

Isso porque geralmente ele fica à disposição das pessoas na mesa e, para algumas, palitar os dentes já se tornou um hábito, e o fazem até mesmo de forma automática. Mas somente o palito não elimina todos os resíduos, digamos que ele “quebra o galho”.

O palito pode ser usado, desde que de forma delicada, para retirar os resíduos. Porém, devemos lembrar que ele tem um acesso limitado entre os dentes. Isso significa que o palito não consegue limpar os cantos mais escondidos.

Nesse caso, precisamos realmente do fio dental, porque ele consegue higienizar de forma mais completa, eliminando a placa bacteriana que o palito não retira. Ou seja, palitar cumpre uma higienização mais superficial, já o fio dental limpa entre os dentes e as gengivas.

No entanto, o palito pode ser a salvação quando temos algo preso na coroa do dente, ou seja, em cima dele, especialmente nos dentes posteriores, os molares, popularmente conhecidos como “panelão”.

Sementes de morango, alimentos grudentos, massas e carne podem se prender aos molares e, nesse caso, o fio dental não conseguiria retirar esses resíduos. O palito de dente, então, é um ótimo auxiliar quando não temos acesso à escova de dente naquele momento.

Ou seja, palitar os dentes pode ajudar a reduzir os resíduos que ficam presos a eles e melhora a higiene bucal quando não temos acesso à escova ou ao fio dental. De toda forma, é preciso ter cuidado em seu uso, como veremos a seguir.

Qual é o modo certo de usar o palito de dente?

Conforme vimos, o palito de dente pode ser um excelente recurso para quando precisamos de algo mais urgente e prático. No entanto, se ele não for utilizado da maneira certa, é capaz de trazer prejuízos em vez de benefícios.

Isso acontece porque palitar os dentes do jeito errado pode causar ferimentos na gengiva, em razão da fricção do palito ou da sua ponta aguda, que é capaz de machucar os tecidos. Além disso, o uso incorreto do palito pode forçar a mucosa, provocando sua retração.

O modo correto de usá-lo é sempre de forma superficial. Ou seja, ele não deve ser forçado para entrar entre os dentes e muito menos friccionado nas gengivas para retirar os resíduos mais difíceis ou que estejam entre elas e o dente.

Realizar o movimento de alavanca, apoiando o palito na gengiva para retirar o resíduo também não é indicado. Essa força, por mais que pareça pequena, pode machucar a mucosa e fazer com que ela se retraia.

A consequência da retração gengival é a exposição da raiz do dente. Essa é uma parte porosa e sensível e, por isso, quando exposta pode provocar hipersensibilidade dentinária, além de aumentar as chances de cáries radiculares.

Outro problema que pode acontecer em função da exposição radicular é a erosão dentária, já que, como dito, a raiz é uma área sensível e sofre a ação de substâncias agressivas, mais do que o esmalte dentário.

Quais cuidados devem ser tomados durante o uso?

A grande maioria dos especialistas em odontologia não recomenda o uso do palito de dente, justamente pelos danos que ele pode causar. Também porque as pessoas podem substituir o fio dental por ele e, dessa forma, não fazer uma higienização eficiente.

Mas não é proibido fazer uso do palito, somente precisamos compreender que ele não limpa adequadamente como o fio dental e que é preciso ter cuidado a fim de não se machucar durante o uso. Então, confira a seguir algumas dicas para palitar os dentes sem oferecer riscos para sua saúde bucal:

Use sempre um espelho

Evite palitar os dentes sem olhar o que você está fazendo. O ideal é visualizar o dente que será limpo e ter certeza de onde está localizado o resíduo a ser extraído. Assim, evita-se machucar a gengiva com a ponta do palito.

Foque no resíduo

O palito não pode ser utilizado para fazer alavanca na retirada do resíduo, ou seja, não podemos apoiá-lo na gengiva. O ideal é focar no resquício e retirá-lo com delicadeza, preferencialmente sem tocar a mucosa.

Tome cuidado com as restaurações

Na hora de retirar o resíduo, especialmente na coroa dentária, é fundamental ter cuidado com as restaurações. Se elas tiveram um pedacinho sobressalente, onde o palito enrosque, ele poderá quebrá-la ou então fazê-la se soltar por completo. Dentes restaurados devem ser palitados com muito cuidado.

Jamais palite as gengivas

A pontinha do palito não deve ser utilizada para limpar as bordas da gengiva. Essa é uma área sensível e os tecidos podem retrair com a prática constante desse hábito. Além disso, o atrito do palito é capaz de esfolar e irritar a mucosa.

É suficiente para a higiene bucal usar apenas um dos dois?

Embora o palito de dente ajude a retirar resíduos, ele não é suficiente para fazer a higiene bucal, diferentemente do fio dental, que deve ser utilizado todos os dias. O palito é apenas um recurso emergencial para quando não temos acesso a uma escova ou ao fio.

A higienização da boca e dos dentes pode ser realizada com sucesso e de forma adequada sem um palito de dente, mas não pode ser bem-feita sem o uso do fio dental. Por isso, é possível fazer a limpeza apenas com um dos dois, o fio, deixando o palito, preferencialmente, apenas para espetar petiscos.

É comum que as pessoas palitem os dentes, não é mesmo? Por isso, compartilhe essas informações em suas redes sociais para que seus amigos saibam como utilizar o palito de dente sem afetar a saúde bucal.

Sobre Dr. Francisco

Dr. Francisco de Oliveira Castro
Dentista avaliador na clínica Vital Implantes.
CRO-DF 9447
Graduado em 1997 pela FELA-INCA/UEMG;
Pós-graduando em Implantodontia na EAP-ABO de Campo Belo - MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *