O que é bom para dor de dente? Confira dicas imperdíveis

Tempo de leitura: 6 minutos

Imagine, que situação desagradável, você está naquela reunião de família no fim de semana, ou mesmo durante o trabalho, e lhe acontece a tão incômoda dor de dente. Certamente, não é uma experiência fácil.

A dor de dente não avisa quando vai chegar. Além de deixar seu dia baixo-astral, ela interfere no bem-estar do seu corpo, acarretando dores de cabeça e irritação. Essa dor pode estar atrelada a diversos fatores, como: cárie, retração e inflamação gengival, infecções e aparelhos ortodônticos.

Nessa hora, diante da ausência de um especialista, é necessário cautela para saber o que é bom para dor de dente amenizar. A seguir, listamos algumas dicas infalíveis para aliviar a dor de dente em casos emergenciais.

Faça a higienização bucal com fio dental e escovação

O primeiro passo importante para combater a dor de dente é identificar a sua causa. Em se tratando de cárie, por exemplo, a limpeza do dente com o fio dental e uma escovação suave retira resíduos de alimentos que intensificam a dor.

Nesse caso, além de amenizar as dores locais, a medida impedirá a inflamação dos outros dentes. Assim, manter a boa higienização bucal permitirá que uma cárie não se transforme em um problema ainda maior.

Realize bochechos com água morna e sal

Outra medida simples e de resultados excelentes são os bochechos de água morna com sal. Essa receita tem não só ingredientes comuns como é muito fácil de fazer. Basta diluir em um copo com 200 ml de água uma colher de chá de sal e bochechar por cerca de 30 segundos. Realize esse procedimento a cada duas horas caso a dor persista.

Os bochechos agem na inflamação causada por agentes bacterianos, diminuindo o inchaço e causando uma sensação de alívio. Esse método será suficiente para suavizar a dor até o atendimento de um especialista.

Aplique bolsa de gelo na bochecha (ou chupe gelo)

O gelo sempre foi usado para combater a dor em diversas partes do corpo. Na dor de dente não é diferente. A aplicação de bolsa de gelo sobre a bochecha ou mesmo o fato de a pessoa chupar gelo causará efeito anestésico.

Isso acontece, porque em aproximadamente 15 minutos a circulação do sangue no local dessa aplicação vai diminuir e adormecerá a dor naquele local. Esse é um ótimo procedimento para quem usa aparelho ortodôntico, em que a dor de dente é natural devido à pressão exercida sobre os dentes.

Não é demais lembrar que você deve ter cuidado na aplicação do gelo direto sobre o dente. Havendo raiz exposta no local, isso intensificará, e muito, a dor no seu dente.

Consuma alimentos anti-inflamatórios

Alho

Esse alimento tão pequeno contém ótimas propriedades medicinais. Apesar do gosto um pouco amargo, com certeza será melhor mastigá-lo a continuar sentindo dor de dente.

A ação anti-inflamatória e antibiótica do alho fará com que a dor de dente diminua em pouco tempo. Basta que a pessoa amasse o alho e aplique sobre o dente dolorido.

Cravo

Há várias receitas para essa especiaria. Você pode fazer um óleo de cravo, um chá ou somente mascá-lo. Em quaisquer dessas receitas, o efeito analgésico e anti-inflamatório do cravo retirará o desconforto causado pela dor de dente.

Na hora da aplicação, fique atento para não engolir. Você poderá, inclusive, utilizar um pedaço de algodão para alcançar melhor a região que está doendo. Isso permitirá resultado mais eficiente em menos tempo.

Chá de macela com própolis

Uma mistura não tão comum, mas com bons efeitos na diminuição da dor de dente. Isso porque um ingrediente complementa a ação do outro. Enquanto o chá de macela tem propriedades anti-inflamatórias, a própolis tem propriedades cicatrizantes.

A receita é bem tranquila de fazer. Esquente um copo com 150 ml de água e adicione 5 gramas de folha de macela. Depois, é só coar e adicionar 5 gotas de própolis. Aqui, novamente você não vai ingerir o chá, apenas bochechará, uma vez na manhã e outra à noite.

Alimentos gelados

O consumo de alimentos gelados ajuda na ação contra a dor de dente. Se você já fez algum procedimento no dentista e saiu sem saber por que ele indicou tomar sorvete ou chupar picolé, explicamos.

Esses alimentos frios, assim como o gelo, têm efeito anestésico e auxiliam na diminuição da dor de dente. Assim, para continuar com uma alimentação saudável, você pode, simplesmente, inserir frutas cortadas no congelador e consumi-las antes de congelar.

Caso tenha sofrido uma pancada ou quebrado o dente, não é indicado ingerir alimentos duros. Por isso, fique atento na hora de consumir o alimento gelado, pois, se estiver congelado, a mastigação naquela região maximizará a dor.

Tome remédios analgésicos

A medicação também é um importante mecanismo de atenuação das dores. Remédios manipulados por farmacêuticos, além de trazer maior confiabilidade, são transportados facilmente para qualquer lugar, pois cabem em pequenas bolsas ou pastas.

Nesse caso, não podemos deixar de esclarecer que o paciente deve tomar o remédio conforme a prescrição da bula. Os analgésicos que não precisam de receita, como dipirona e paracetamol, podem resolver o seu problema.

É preciso que o paciente tenha consciência e não tome remédios de forma arbitrária. Medicamentos, como antibióticos, precisam da receita de um dentista. Nesses casos, o uso indiscriminado de antibacterianos pode ser danoso à saúde e ocultar um problema maior.

Embora essas e outras medidas sejam ótimas opções para você se socorrer da dor de dente nas horas mais inusitadas, é importante lembrar que esses procedimentos são apenas paliativos da dor.

Portanto, o que é bom para dor de dente aliviar, além desses procedimentos, é a visita periódica ao dentista. A consulta continua sendo indispensável, já que essas reações na dentição são indicativas de que algo não funciona ou está funcionando mal na sua saúde bucal.

Assim, só por meio de um profissional capacitado será possível evitar lesões de maior gravidade e acabar de vez com a dor de dente.

Se você gostou do nosso post, compartilhe nas redes sociais e deixe seus amigos por dentro de técnicas de como se livrar da dor de dente.

Sobre Dr. Francisco

Dr. Francisco de Oliveira Castro
Dentista avaliador na clínica Vital Implantes.
CRO-DF 9447
Graduado em 1997 pela FELA-INCA/UEMG;
Pós-graduando em Implantodontia na EAP-ABO de Campo Belo - MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *