Manutenção de aparelho ortodôntico: por que não posso faltar?

Tempo de leitura: 6 minutos

O uso de aparelhos é o tratamento mais utilizado para corrigir a má oclusão dentária (dentes que nascem tortos). No entanto, apenas fazer a sua instalação não é suficiente. Para alcançar os resultados desejados é essencial realizar a manutenção de aparelho ortodôntico.

Portanto, é preciso que o paciente retorne ao consultório na frequência indicada pelo profissional a fim de ajustar o aparelho — isso fará com que ele continue exercendo a força necessária sobre os dentes para que o sorriso fique alinhado.

Quando o paciente não cumpre com o tratamento, diversos problemas podem aparecer, inclusive afetando a saúde bucal. E para que você entenda a importância das consultas de manutenção, listamos aqui alguns pontos negativos que as faltas acarretam. Acompanhe!

Dificulta a adaptação

Em alguns casos, a adaptação do paciente pode ser mais lenta. Afinal, o aparelho gera um volume extra na boca, capaz de causar atrito com os tecidos e ainda dificuldade para mastigar, falar e higienizar os dentes. Nesse ínterim, a manutenção se faz essencial.

Isso acontece porque durante as consultas o paciente poderá relatar ao especialista o que está sentindo, se há dor, desconforto ou qualquer outro incômodo causado pelo aparelho. O ortodontista, então, será capaz de sugerir soluções para que a adaptação seja mais tranquila e rápida.

Atrasos no tratamento

Como dito, a consulta de manutenção de aparelho ortodôntico é realizada também para que ele seja ajustado. O ortodontista adapta o aparelho mais uma vez a fim de que ele volte a exercer força sobre os dentes e estimule-os a se reposicionarem.

Se o paciente falta a essas consultas, o aparelho não estará mais cumprindo sua função, porque nesse período de tempo ele já atingiu o objetivo do último ajuste. Dessa forma, é preciso retornar ao consultório na frequência indicada para que o aparelho continue exercendo o seu papel — isso fará com que o tratamento não demore mais tempo do que previsto.

Comprometimento da higiene bucal

Fazer a higienização dos dentes usando aparelho é uma tarefa um pouco mais complicada e que exige atenção — os bráquetes acumulam resíduos de alimentos, que precisam ser eliminados para não causarem problemas bucais.

Durante as consultas de manutenção, o especialista também faz a limpeza das áreas de difícil acesso, caso seja preciso. Ele ainda realiza a troca das borrachinhas e dos elásticos, que, assim como os bráquetes, acumulam resíduos que formarão a placa bacteriana.

Além disso, o ortodontista também orienta o paciente sobre a forma correta de realizar a higiene oral, indicando, inclusive, os produtos ideais a fim de preservar a saúde bucal durante o tratamento.

Maior risco de surgirem problemas

Como dito no item anterior, o uso do aparelho ortodôntico requer mais atenção na hora de realizar a higiene bucal, e ter o acompanhamento do ortodontista é essencial para identificar falhas na higiene e diagnosticar problemas logo no início.

Cáries, tártaro, placa bacteriana e gengivite são alguns de tais problemas que o profissional pode identificar e combater. Ele também observa se o aparelho não está machucando a boca, se há a presença de feridas e qualquer outra complicação.

O paciente pode ter dificuldade para identificar sozinho esses problemas, por isso é fundamental comparecer às consultas. Dessa maneira, os distúrbios são tratados logo no começo, impedindo que eles se agravem e afetem mais seriamente a saúde bucal.

Complicações e desajustes

Faltar à consulta de manutenção também pode comprometer a integridade do aparelho ortodôntico. Isso acontece porque alguns alimentos e certos hábitos são capazes de danificar os bráquetes, descolá-los ou atingir outros componentes, como o arco e os elásticos.

Na consulta, o ortodontista analisa o aparelho e substitui as peças que podem ter sido comprometidas, garantindo a eficácia do tratamento e evitando que o paciente se machuque por causa dos desajustes e irregularidades.

Dificuldade na gestão do tratamento

O tratamento ortodôntico não é realizado às cegas. Antes de sugerir o aparelho ideal para cada paciente, o ortodontista avalia com cautela as informações que tem sobre a pessoa e, a partir disso, faz um planejamento do que é ideal para o caso.

Para que cada etapa seja cumprida, é preciso que o paciente compareça às consultas para analisar o desenvolvimento do tratamento e o progresso obtido. De acordo com a resposta do organismo de cada um, o profissional também pode alterar os métodos empregados a fim de obter resultados ainda melhores.

No entanto, se o paciente falta demais às consultas, o especialista não pode planejar o tratamento de forma adequada. Por isso, a colaboração da pessoa é fundamental para que um bom trabalho seja desempenhado, obtendo sucesso nos resultados.

Aumento do custo do tratamento

Não podemos esquecer que o tratamento ortodôntico exige um investimento para cobrir os custos, o que varia para cada caso em função do tempo e das particularidades. Faltando às consultas, o valor final pode ser mais alto do que o esperado.

Isso acontece porque as faltas geram atrasos no tratamento, já que o organismo demora mais para responder aos estímulos. Assim, o paciente fica mais tempo usando o aparelho e precisa investir além do que realmente seria necessário.

Portanto, quando alguém falta em uma consulta de manutenção de aparelho ortodôntico está desperdiçando tempo e dinheiro — ou seja, o paciente sofre impactos para a saúde e também financeiros, já que o tratamento terá mais custos.

Como vimos, comparecer à consulta é fundamental para o sucesso do tratamento, porque é dessa maneira que o paciente terá o suporte direto do seu ortodontista e saberá como está sua saúde bucal.

As faltas geram atrasos e podem fazer com que problemas se desenvolvam sem que o profissional seja capaz de combatê-los precocemente. Por isso, não falte em sua consulta de manutenção de aparelho ortodôntico. Lembre-se de que quanto mais disciplina e comprometimento você tiver com o seu tratamento, mais rápido ele trará os resultados esperados.

Agora que você já entendeu como as consultas de manutenção são importantes, que tal conhecer um pouco mais sobre o assunto? Leia este artigo e descubra tudo o que é necessário saber sobre aparelho ortodôntico!

Sobre Dr. Francisco

Dr. Francisco de Oliveira Castro
Dentista avaliador na clínica Vital Implantes.
CRO-DF 9447
Graduado em 1997 pela FELA-INCA/UEMG;
Pós-graduando em Implantodontia na EAP-ABO de Campo Belo - MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *