Já ouviu falar em botox dental? Conheça mais esse procedimento

Tempo de leitura: 3 minutos

Conhecida popularmente como botox, a toxina botulínica é produzida pela bactéria “Clostridium botulinum”, que atua como uma neurotoxina extremamente ativa, bloqueando o impulso nervoso que chega à fibra muscular.

Seu mecanismo de ação consiste no relaxamento da musculatura por meio da inibição do neurotransmissor acetilcolina, na junção neuromuscular. Decerto, esse procedimento é bastante comum na dermatologia para correções estéticas. No entanto, o botox dental é um procedimento que ganhou destaque nos consultórios odontológicos, posto que a substância pode ser usada tanto para fins estéticos quanto terapêuticos.

Vale ressaltar que a aplicação do botox não é definitivo e dura alguns meses, podendo variar de acordo com o tratamento e a resposta de cada organismo. Dessa forma, o paciente deve retornar ao consultório para uma nova aplicação, já que com o tempo a toxina vai perdendo a sua ação.

Portanto, sabendo da importância deste tema, preparamos este artigo contendo algumas indicações deste método. Confira!

Bruxismo ou briquismo

bruxismo é caracterizado pelo ranger ou compressão dos dentes, principalmente durante o sono, e pode causar dores na mandíbula e na cabeça. Com a aplicação da toxina botulínica nos músculos responsáveis pela contração, ocorre paralisia, impedindo que eles se contraiam. Assim, relaxa-se a musculatura e minimiza a tensão.

Distonia

Caracteriza-se por espasmos localizados na região inferior da face. Atinge a mandíbula, boca e língua, causando dificuldade na abertura ou fechamento da boca ao mastigar, engolir e ao articular palavras. Esses movimentos são minimizados com a aplicação do botox dental, que inibe a contração muscular.

Assimetria facial

Nos casos em que há hipertrofia dos músculos faciais, o botox ajuda a corrigir essas disfunções. Sua aplicação pode ser feita quando o problema acomete apenas um lado do rosto, bem como para fins estéticos em que o paciente se sente incomodado com o formato da face.

Com efeito, a aplicação da toxina botulínica possibilita o equilíbrio muscular facial, corrigindo a assimetria, restabelecendo a harmonia e deixando o rosto esteticamente proporcional.

Implantes

O efeito do botox dental causa relaxamento do músculo masseter e elimina o aperto decorrente de implantes dentários, principalmente em grande extensão. Quando utilizado antes da cirurgia de implante, o botox facilita a integração da peça na maxila ou na mandíbula, diminuindo a força do fechamento da boca durante o período de osseointegração.

Disfunções da ATM

A ATM (articulação temporomandibular) liga o maxilar ao crânio, e pode apresentar inúmeros problemas que levam às dores de cabeça, no pescoço e zumbido no ouvido. Muitas dessas disfunções acontecem pela contração excessiva da musculatura da face, o que é reduzido com a aplicação da toxina, diminuindo consideravelmente esses sintomas.

O botox dental revela-se como um eficiente procedimento para alguns desconfortos estéticos e problemas que podem afetar a saúde dos dentes. Além disso, proporciona melhora na qualidade de vida, humor e depressão, à medida que diminui a dor e melhora a aparência.

Por ser um procedimento não invasivo, a adaptação e o tempo de recuperação são satisfatórios.  Ademais, para realizar o procedimento, é importante procurar um cirurgião-dentista qualificado, e escolher um consultório de confiança.

Então, gostou do nosso post? Quer seguir aprendendo mais sobre o assunto? Aproveite e confira também nosso artigo sobre restauração de dente!

Sobre Dr Pedro Henrique

Dentista avaliador e responsável técnico da Vital Implantes Unidade Goiânia
CRO GO: 12179
Graduado em 2011 pela FOUSP ( Faculdade de Odontologia Universidade de São Paulo)
Especialista em Ortodontia pela FUNORTE (2017)
- Atualização em implantes HC-SP (2011)
- Curso de relacionamento interpessoal dale carning (2017)
- Curso de PNL dale carning

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *