Facetas de porcelana: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Tempo de leitura: 18 minutos

Quem não deseja ter um sorriso mais branco e bonito? A preocupação com a estética dental é algo que tem crescido na nossa sociedade, afinal dentes bonitos podem ajudar até mesmo a abrir portas no mercado de trabalho, além de melhorar a autoestima.

Entre os vários tratamentos disponíveis, as facetas de porcelana têm sido a escolha de muitas pessoas, ajudando a uniformizar a cor dos dentes e a corrigir pequenos defeitos e falhas que prejudicam a estética e a harmonia do sorriso.

Mas será que as facetas de porcelana são indicadas para todas as pessoas? Quais são os cuidados necessários após esse tratamento? Como ele se diferencia das outras opções de estética dental? Se você também compartilha dessas e de outras dúvidas sobre o assunto, continue a leitura!

O que são as facetas de porcelana?

As facetas de porcelana são itens de alta procura nos consultórios dos dentistas e se configuram como pequenos folheados para os dentes, produzidos em uma espécie de concha de porcelana personalizada e capaz de se encaixar perfeitamente sobre o dente no qual será aplicado.

É possível usar esse tratamento para:

  • corrigir dentes manchados, melhorando a aparência estética da coloração do seu sorriso;
  • reparar pequenas imperfeições, como dentes levemente desalinhados, irregulares, com espaços maiores do que o ideal ou com um desgaste mais aparente.

Para que o efeito alcançado seja natural, é muito importante que o dentista escolhido tenha familiaridade com as facetas de porcelana, moldando-as e aplicando-as de acordo com as características dos dentes originais.

Os resultados são extremamente motivadores e capazes de modificar o sorriso do paciente, sendo, justamente por isso, a escolha de inúmeros famosos, como Zac Efron, Blake Lively e Juju Salimeni.

Quais são as diferenças entre clareamento dental, lentes de contato e facetas de porcelana?

Quando o assunto é modificar a estética do sorriso, a odontologia apresenta uma gama variada de possibilidades, porém, nem sempre elas são indicadas para todos os pacientes. Por isso, entender as peculiaridades de cada tratamento é muito importante.

O clareamento dental é a opção mais indicada para aqueles que apenas desejam tornar os dentes mais claros, sem fazer grandes modificações no sorriso. Essa técnica utiliza o peróxido de hidrogênio a fim de retirar acúmulos de substâncias que acabam amarelando a dentição com o passar do tempo.

Com o clareamento, você não consegue modificar a tonalidade natural do seu dente, apenas torná-lo mais claro. Ele também é incapaz de corrigir imperfeições, como pequenos desalinhamentos ou irregularidades, agindo apenas na coloração.

Também é essencial que o seu dentista avalie as possibilidades, porque alguns tipos de manchas dentais (como aquelas causadas por excesso de flúor) não conseguem ser corrigidas com o clareamento e pode ser necessário investir em outros tipos de tratamentos.

As lentes de contato funcionam, basicamente, da mesma maneira que as facetas de porcelana, porém, são ainda mais finas, necessitando de um desgaste mínimo dos dentes para que sejam aplicadas. Normalmente, as lentes têm entre 0,2 mm a 0,4 mm de espessura — enquanto a faceta costuma ter, em média, 7 mm — e é justamente por isso que ganharam o “apelido” de lente de contato.

Tanto as lentes de contato quanto as facetas de porcelana têm as mesmas indicações e são capazes de corrigirem mais tipos de problemas estéticos do que o clareamento, garantindo mais harmonia ao sorriso.

O que muda entre um método e outro é a fabricação dos moldes e o preparo necessário para a aplicação da técnica, sendo que as lentes de contato praticamente não demandam preparo algum.

O valor das facetas e das lentes também costuma ser diferente, sendo que esta última é uma tecnologia mais recente e, portanto, tem um custo maior. Porém, embora semelhantes, somente um dentista poderá definir qual é o melhor procedimento para o seu caso.

Como é o preparo dos dentes para o recebimento das facetas?

Conforme dissemos no tópico anterior, o preparo dos dentes é algo que muda entre as facetas de porcelana e as lentes de contato. Como as facetas são um pouco mais espessas, demandam que o dentista realize um pequeno desgaste, melhorando a fixação e a coloração final do dente.

Antes desse tratamento, contudo, o dentista realizará uma análise completa da sua boca, buscando identificar os pontos que precisam de cuidado e atenção. Para isso, você será submetido a uma série de procedimentos, como:

  • fotografia dos dentes, do seu sorriso e do seu rosto;
  • radiografias de toda a boca;
  • moldagem para a criação de modelos de estudo, nos quais as modificações serão analisadas;
  • realização do “mockup”, uma prévia de como os seus dentes ficarão após o tratamento;
  • confecção das facetas.

Somente após toda essa análise é que o dentista começará a trabalhar nos seus dentes. Contudo, apesar de exigir várias etapas, o tempo de colocação das facetas não é longo e o tratamento pode demandar apenas duas sessões, dependendo de cada caso.

Porém, em algumas situações, pode ser que o seu dentista aconselhe você a fazer alguns tratamentos prévios, que garantirão um resultado final ainda mais interessante. Lembre-se que, no caso dos dentes mais brancos, a cor final do procedimento dependerá da combinação de três estruturas: a faceta de porcelana, o dente original e o cimento adesivo.

Por isso, se você já tem os dentes naturalmente amarelados, por exemplo, o seu dentista poderá recomendar primeiro um clareamento e, depois, a colocação das facetas, buscando sempre o melhor resultado possível.

Além disso, se existem outros problemas dentários que coloquem em risco o tratamento, como cáries, obturações antigas, problemas na gengiva, entre outros, é necessário tratá-los antes.

Quais são as indicações e contraindicações desse procedimento?

As facetas de porcelana são indicadas para aqueles pacientes que:

  • desejam realizar uma transformação profunda no sorriso, tanto em termos de cor quanto de formato dos dentes;
  • têm os dentes escurecidos (por tratamentos de canal, por exemplo);
  • necessitam de um aporte no fechamento de espaços entre os dentes (diastemas);
  • precisam corrigir pequenas imperfeições no sorriso, tais como leves desgastes, diferença de cor entre os dentes ou formatos irregulares.

Contudo, como todos os tratamentos de saúde, esse procedimento também tem algumas contraindicações que precisam ser consideradas, como:

  • apinhamento severo dos dentes, que apenas será corrigido com o uso de aparelho dental;
  • coroas dentárias fraturadas;
  • desgastes profundos causados por bruxismo — afinal, se o problema não for tratado, as facetas de porcelana poderão se deslocar e quebrar;
  • coloração alterada devido a problemas no esmalte dental, como dentes despolpados, esmalte insuficiente etc.;
  • problemas com a higiene dental, como presença de cáries, obturações antigas ou acúmulo de tártaro e placa bacteriana — nessas situações, é recomendável primeiro tratar essas condições e depois fazer o aplique das facetas, conforme já falamos.

Como você pôde notar, antes de se decidir pelo tratamento, é essencial fazer uma visita ao dentista para que ele possa analisar como está a sua saúde bucal e, só então, definir qual método é mais indicado para o seu caso.

Quais são os cuidados com as facetas de porcelana?

Após colocar as facetas de porcelana, é muito importante que o paciente siga alguns cuidados básicos, garantindo a durabilidade do tratamento e prolongando a beleza do novo sorriso.

Quando as recomendações são seguidas, as facetas de porcelana podem durar bastante tempo, às vezes até por 20 anos. Veja alguns cuidados básicos que devem ser seguidos.

Higiene

A higienização oral é algo de extrema importância, pois garante que nenhum problema aconteça. Lembre-se de que as facetas ficam permanentemente ligadas aos dentes e, portanto, podem ser afetadas por doenças causadas pela má escovação.

Assim, não adianta investir em um tratamento estético e modificar totalmente a sua dentição, se os seus hábitos de higiene são ruins. É preciso uma nova postura, garantindo que o seu sorriso estará, além de bonito, saudável.

Problemas, como a gengivite (inflamação da gengiva), podem ser agravados devido ao uso das facetas, causando até mesmo a retração gengival. Justamente por isso, os cuidados para impedir que essas questões apareçam devem ser redobrados.

Para a escovação, é recomendável o uso de escovas com cerdas macias e um creme dental não muito abrasivo. Não se esqueça de usar o fio dental todos os dias.

Hábitos

Alguns costumes também precisam ser modificados após a colocação das facetas de porcelana, visando protegê-las, como nos casos de pessoas que costumam roer unhas, morder tampas de canetas e outros itens duros. Essa pressão excessiva pode causar a deterioração das facetas ao longo do tempo, prejudicando o seu sorriso.

O mesmo cuidado deverá ser tomado em relação à alimentação, evitando alimentos duros e também aqueles que possam causar manchas, como o café, o vinho tinto, os chás etc.

Quem tem o hábito de praticar esportes de contato (como lutas) deve priorizar o uso de protetores bucais, evitando que pancadas acabem destruindo as facetas.

E, claro, pessoas que sofrem com o bruxismo, devem tentar resolver o problema antes da colocação das facetas.

Consultas de retorno

Tenha em mente que a colocação das facetas poderá fazer com que você tenha que retornar ao seu dentista por um determinado período, promovendo o correto acompanhamento.

No início, as visitas devem ser mais próximas e, conforme nenhuma intercorrência aconteça (como deslocamentos das facetas ou fraturas), o tempo entre uma consulta e outra poderá ser maior, por exemplo de seis em seis meses. Dessa forma, você garante que a sua saúde bucal está em dia e também que as facetas estão no local correto e sem nenhuma questão que mereça cuidado.

Em geral, somente será necessário refazer a técnica em casos específicos, como quando alguma faceta acaba se lascando ou quebrando. Nesses cenários, pode ser preciso trocar o item afetado e fazer uma nova moldagem e confecção. Por isso, é importante seguir as recomendações do seu dentista.

Principais dúvidas sobre as facetas de porcelana

É preciso desgastar os dentes para se submeter ao tratamento?

Uma dúvida muito comum das pessoas que pensam em se submeter ao tratamento com facetas de porcelana é em relação à necessidade de desgaste dos dentes. Alguns pacientes têm medo de ficarem com a superfície externa dos dentes reduzida, o que pode trazer problemas.

É por isso que hoje já existem técnicas modernas em que o desgaste é praticamente mínimo, reduzindo as chances de complicações posteriores. De qualquer forma, vale a pena conversar antecipadamente com o seu dentista a fim de saber se esse é o método mais aconselhável para o seu caso.

Lembrando que os desgastes feitos nos dentes variam de paciente para paciente, sendo sempre recomendado que sejam realizados apenas no esmalte dentário (que é aquela camada mais externa dos dentes).

Porém, mudanças mais profundas no sorriso podem exigir intervenções maiores, capazes de afetar a dentina (a camada mais interna), como no caso de dentes muito desalinhados ou com restaurações profundas, extensas e antigas feitas em resina.

Qualquer alteração, contudo, precisa sempre ser muito bem-planejada pelo seu dentista, já que os desgastes são irreversíveis e a camada removida do dente não é capaz de se regenerar. Isso significa que, após realizado o procedimento, os dentes desgastados sempre necessitarão da cobertura por facetas de porcelana ou de resina.

É necessário cobrir todos os dentes com as facetas de porcelana?

Não. A maioria dos tratamentos que buscam modificar o sorriso apenas usa as facetas de porcelana para recobrir os seis dentes anteriores superiores, dando um resultado bastante marcante e a impressão de que todos os dentes foram recobertos com as lâminas de porcelana.

Isso acontece porque cerca de 90% da percepção estética sobre o sorriso se encontra, justamente, nos seis dentes superiores anteriores. Mas, apesar disso, é possível que alguns pacientes tenham bons resultados usando as facetas em menos dentes, como os quatro dentes anteriores, por exemplo, ou ainda menos.

O segredo está sempre no planejamento adequado e nas técnicas de simulações que devem ser feitas de forma cuidadosa pelo dentista.

A qualidade da porcelana pode influenciar no resultado final do tratamento?

Sim. Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, as facetas de porcelana não são todas iguais, afinal, existem inúmeros fabricantes no mercado. As variações entre os produtos utilizados são capazes de impactar no resultado do tratamento, já que algumas cerâmicas conseguem reproduzir melhor as características naturais dos dentes, como brilho, transparência, luminescência, entre outras.

Hoje, muitos dentistas optam pelo dissilicato de lítio, um novo tipo de porcelana para facetas, que apresenta resultados bastante superiores em diversos sentidos, tanto estéticos quanto de resistência, quando comparados aos modelos mais tradicionais.

Além disso, a técnica escolhida pelo dentista também podem influenciar no resultado do seu tratamento. Assim, vale a pena conferir exatamente qual tipo de porcelana será usada no procedimento e como ele será executado.

É possível modificar totalmente o sorriso com o procedimento?

Nem sempre. É preciso entender que, embora as facetas de porcelana sejam capazes de alterar bastante a estética do sorriso, elas não têm possibilidades infinitas de alterações. Isso significa que existe um limite para o que o dentista consegue modificar, sempre, claro, buscando a harmonia ideal para cada caso.

O profissional analisará muitos pontos antes de estipular o seu tratamento, como:

  • se os seus dentes são arredondados ou retos;
  • a largura, a cor e o comprimento dos seus dentes;
  • os detalhes quanto ao brilho, à cor e à transparência dos seus dentes;
  • o tamanho dos dentes incisivos;
  • o alinhamento dos dentes com a gengiva;
  • as inclinações e os detalhes anatômicos dos seus dentes.

Todos esses pontos influenciam diretamente no tipo de tratamento estético que o seu dentista indicará. Dessa forma, é impossível reproduzir o sorriso de determinada pessoa, por exemplo, já que cada indivíduo tem uma estrutura facial única. Portanto, haverá indicações mais ou menos ideais para você, que se harmonizem com seu rosto e com o restante da sua boca.

Dá para saber antecipadamente como os dentes ficarão com as facetas?

Sim. Hoje, muitos dentistas usam simulações com fotografias ou modelos com gesso, permitindo que o paciente tenha uma ideia prévia do novo sorriso. Outra opção é o uso de “facetas provisórias”, que ajudam a visualizar o resultado final, otimizam o tratamento e reduzem o risco de frustrações.

Apesar de todas essas opções, as simulações com fotografias merecem um cuidado especial por parte dos pacientes, já que alguns resultados podem ser pouco realistas, principalmente em relação à cor dos dentes.

De todas as técnicas, as mais fidedignas são os mockups, uma vez que eles se aproximam mais do resultado final do tratamento com as facetas de porcelanas.

Com o tempo, as facetas de porcelana podem amarelar?

Com o passar do tempo, é comum que a faceta de porcelana perca um pouco da sua beleza estética e isso também depende muito da qualidade da porcelana usada, da técnica aplicada pelo dentista e, claro, dos cuidados do paciente.

Por isso, para evitar problemas, como o amarelamento, uma fratura ou até o deslocamento da faceta, é fundamental seguir as orientações do dentista, comparecer periodicamente aos retornos e, lógico, optar por um profissional experiente e por produtos de qualidade comprovada.

Quais são os problemas mais comuns que podem surgir com o tempo?

Quando o procedimento não é bem-executado ou os materiais usados são de baixa qualidade, é possível que, com o tempo, algumas situações ocorram, sendo as mais comuns:

  • infiltração por cáries, causadas pela fixação incorreta das facetas ou por problemas no molde;
  • sensibilidade nos dentes, principalmente em casos de desgastes mais profundos;
  • perda de qualidade estética das facetas, devido à qualidade ruim do produto e também à falta de cuidado do paciente;
  • necessidade de troca das facetas com o passar do tempo, principalmente quando o paciente não tem cuidados com a higiene oral;
  • fraturas ou deslocamentos — são raros, mas podem acontecer por causa de pancadas, quedas ou da prática de esportes de contato.

Qual é o resultado esperado com as facetas de porcelana?

As facetas de porcelana são opções muito interessantes para quem deseja fazer uma modificação mais profunda na estética e na harmonia do sorriso. Com elas, é possível:

  • melhorar a coloração e o brilho dos dentes;
  • modificar o formato e fechar pequenas aberturas e vãos entre os dentes;
  • conseguir um sorriso mais harmônico;
  • ter uma aparência natural, sem que os dentes pareçam artificiais;

Ademais, o tratamento é indolor e relativamente rápido, além de não afetar em nada a alimentação, sendo necessário tomar apenas alguns cuidados em relação aos alimentos mais duros e de cores fortes.

Como você pôde notar, as facetas de porcelana se configuram em um tratamento moderno e muito eficiente para quem deseja modificar o sorriso, trazendo mais beleza e harmonia para ele.

Além de modificar a coloração dos dentes, as facetas ainda conseguem corrigir pequenas imperfeições e promover tratamentos pontuais, sendo excelentes opções para casos em que somente o clareamento dental não é capaz de satisfazer.

Porém, como todos os tratamentos dentários, as facetas também devem ser pensadas e analisadas com cuidado, já que envolvem o desgaste permanente dos dentes e, por isso, precisam de uma atenção redobrada.

Assim, é fundamental que você opte por um dentista que tenha experiência com a colocação de facetas e que trabalhe com material de procedência. Outro ponto muito importante e que garantirá o sucesso do tratamento é o planejamento. Ele deverá ser executado com cuidado, buscando sempre a harmonia do sorriso e, ainda, oferecendo uma ideia de qual será o resultado, minimizando as chances de você não gostar ou de querer reverter o procedimento (algo impossível de ser feito).

Quando realizada de maneira bem-planejada, com materiais de qualidade e por profissionais qualificados, as facetas de porcelana são capazes de oferecerem resultados surpreendentes, melhorando, sobretudo, a autoestima dos pacientes, que se sentem muito mais seguros e confiantes com um sorriso mais harmônico e bonito.

Se você pensa em colocar as facetas de porcelana, pesquise antecipadamente, visite o seu dentista de confiança, peça para ver o antes e depois e compare os resultados. Com certeza, tomando as precauções necessárias, você conseguirá um sorriso novo e capaz de abrir muitas portas.

Depois de ler este conteúdo, suas dúvidas sobre as facetas de porcelana diminuíram? Se você gostou do artigo, assine a nossa newsletter e receba sempre dicas e informações interessantes diretamente no seu e-mail.

Sobre Dr. Francisco

Dr. Francisco de Oliveira Castro
Dentista avaliador na clínica Vital Implantes.
CRO-DF 9447
Graduado em 1997 pela FELA-INCA/UEMG;
Pós-graduando em Implantodontia na EAP-ABO de Campo Belo - MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *