Entenda se existe alguma relação entre dor de cabeça e a odontologia

Tempo de leitura: 3 minutos

A estrutura muscular dos dentes e da cabeça é a mesma, posto que os nervos e as articulações na face são equivalentes. Por conseguinte, essa fisiologia permite que o stress nos músculos ou na estrutura óssea irradiem para várias regiões do rosto.

Nesse sentido, existe sim muita relação entre dor de cabeça e a odontologia, uma vez que dores de dente, especialmente quando não tratadas, podem gerar sintomas em outras regiões da face.

Ademais, o estresse muscular se torna mais intenso quando desencadeado por fatores emocionais, como cansaço e ansiedade. Contudo, o problema pode ser resolvido de forma rápida e eficiente, dependendo do correto diagnóstico.

Sabendo da importância desse tema, preparamos este artigo contendo alguns problemas odontológicos que são passíveis de desencadear dores de cabeça. Confira!

Bruxismo

O bruxismo é uma desordem funcional caracterizada por tensão na musculatura da face e nos dentes. Esse problema causa dor de cabeça, no maxilar e incômodos no momento da mastigação.

Além de essa disfunção causar desgaste das estruturas dentárias e quebra de restaurações, provoca fadiga muscular do sistema mastigatório, o que causa dor intensa e difusa na lateral do rosto. Dessa maneira, a fadiga é decorrente do acúmulo do ácido lático que provoca dor e queimação no local.

Problemas na estrutura dentária

Dentes mal alinhados na arcada dentária ou a falta de um ou mais dentes podem ser responsáveis por dores de cabeça. Isso decorre da dificuldade de mastigar que aumenta o trabalho da musculatura e, consequentemente, leva essas estruturas à fadiga.

Assim, esse esgotamento, caracterizado como um estado de inflamação muscular, provoca dores que atingem a musculatura da cabeça.

Imbricamento dentário

O imbricamento dentário consiste na tensão da musculatura devido ao apertar dos dentes durante o sono. Essa disfunção leva à exaustão da musculatura envolvida ou mesmo a um processo inflamatório.

Com efeito, a dor costuma localizar-se na região entre o final das sobrancelhas e o ouvido. Assim, pelo fato de a inervação da musculatura da face ser a mesma do crânio, relaciona-se dor de cabeça e odontologia.

Infecções

Infecções nos dentes e gengivas, como cáries, periodontites e gengivites, quando não tratadas, podem atingir o nervo trigêmeo, que fica próximo à estrutura dentária, e provocar dores de cabeça. Nesse caso, o inchaço inerente ao processo inflamatório pressiona o trigêmeo e causa dor intensa, conhecida como neuralgia.

DTM (Disfunção Temporomandibular)

A DTM é uma alteração da ATM (articulação temporomandibular) e caracteriza-se por um mau funcionamento dessa articulação. Esse transtorno provoca dor de cabeça, dor de ouvido e sensação de desencaixe ao mastigar. Além disso, desencadeia uma série de outros sintomas que causam incômodo ao paciente.

Em suma, a dor de cabeça e a odontologia estão interligadas em muitas disfunções fisiológicas ou adquiridas. Dessa forma, pessoas que apresentarem dores persistentes devem procurar por dentistas habilitados no diagnóstico e controle da perturbação, para que as atitudes clínicas corretas sejam realizadas.

Se você gostou das informações deste post, curta a nossa página no Facebook e mantenha-se informado sobre outros assuntos relacionados a odontologia e qualidade de vida!

Sobre Dr Pedro Henrique

Dentista avaliador e responsável técnico da Vital Implantes Unidade Goiânia
CRO GO: 12179
Graduado em 2011 pela FOUSP ( Faculdade de Odontologia Universidade de São Paulo)
Especialista em Ortodontia pela FUNORTE (2017)
- Atualização em implantes HC-SP (2011)
- Curso de relacionamento interpessoal dale carning (2017)
- Curso de PNL dale carning

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *