Entenda como os sintomas de estresse podem afetar a sua saúde bucal

Tempo de leitura: 6 minutos

Nosso dia a dia é uma correria, não é mesmo? São contas a pagar, problemas no trabalho, engarrafamentos, discussões com a família. Enfim, as situações que podem nos estressar são inúmeras. Mas você sabia que a tensão constante é capaz de ter consequências físicas? Isso mesmo! Existem sintomas de estresse.

Entenda de que forma os sinais da ansiedade e do nervosismo influenciam na nossa saúde bucal e descubra como preveni-los.

O que é o estresse?

É uma resposta hormonal e emocional para situações extremas, durante as quais seu corpo precisa de preparação para fugir ou lutar. O estresse consiste em todas as mudanças que ocorrem quando encontramos um momento de perigo: os batimentos cardíacos aceleram, a frequência respiratória aumenta, acompanhada da pressão arterial.

Atualmente, nossa realidade é diferente de milhões de anos atrás. Não é preciso mais enfrentar animais ferozes, mas sim lidar com os problemas modernos. Mesmo assim, nosso corpo se prepara da mesma maneira — libera hormônios e mediadores químicos como se fossemos fugir ou lutar. E, ao não reagirmos fisicamente, as substâncias liberadas ficam sem função e se acumulam no nosso organismo.

São esses mediadores sem uso que têm a capacidade de bagunçar o corpo e causar diversos sintomas que, se não tratados, podem se tornar doenças.

Quais são as mudanças que ocorrem em nosso corpo?

A pessoa estressada geralmente se sente responsável pelas coisas que não saem como o planejado. Na maioria das vezes, são indivíduos muito competentes em resolver problemas, mas que tentam tomar conta de tudo e acabam por se sobrecarregar. Se identifica?

É de se imaginar que ocorra uma exaustão emocional, psicológica e física. Após o pico de adrenalina liberado pela situação de estresse, é comum sentir indisposição, alterações de humor, dificuldades para dormir, desenvolver hipertensão e problemas de pele.

Esses são sintomas de estresse que mostram o quanto seu corpo está exausto. Eles podem afetar o funcionamento dos sistemas imunológico, endócrino e nervoso, além do seu comportamento.

Como os sintomas de estresse atingem a boca?

1. Gera efeito pró-inflamatório

A hidrocortisona e o cortisol, somados à adrenalina, são alguns dos hormônios liberados em situações de perigo. Eles são responsáveis pela regulação do sistema imune e, por isso, o aumento dessas duas substâncias gera um efeito pró-inflamatório.

Desse modo, o corpo fica mais suscetível ao aparecimento de inflamações. Além disso, qualquer processo inflamatório existente tende a progredir muito mais rapidamente e pode, até, provocar a destruição de tecidos saudáveis.

Aliado a uma má higiene bucal, o estresse tem a capacidade de induzir o desenvolvimento da gengivite (a inflamação das gengivas) e sua evolução para a periodontite — que atinge todos os tecidos de suporte dos dentes, como ligamentos e ossos.

2. Potencializa os hábitos de higiene

Situações de nervosismo potencializam nossos hábitos — sejam eles bons ou ruins. O mesmo ocorre com o cuidado bucal. Se a pessoa já é negligente com a escovação, a tendência é que isso piore com o estresse. Nesse caso, é provável que ocorra o acúmulo de restos alimentares, saliva e bactérias (o que é chamado de biofilme). Assim, o risco de desenvolvimento de cáries e doenças periodontais aumenta.

Pessoas conscientes sobre a importância da limpeza da cavidade bucal tendem a não se descuidar, apesar da situação de estresse. Contudo, quem escova os dentes com muito vigor, acaba por escovar com força excessiva, causando retração gengival e, consequente, sensibilidade radicular.

O ideal é que você esteja consciente das suas dificuldades e do seu momento de estresse e, por isso, preste mais atenção em tudo que faz. Não aja no modo automático, nem pense em seus problemas enquanto realiza alguma atividade. Assim, você focará a sua atenção nas ações do momento e conseguirá concluir tudo da melhor maneira possível, sem causar danos.

3. Evidencia a má alimentação

Quem nunca descontou as frustrações de um dia ruim ingerindo comidas gordurosas ou doces, não é mesmo? Essa é uma forma que encontramos para obter aquela sensação de prazer e alegria que estava faltando. 

Da mesma forma que a escovação, ou a falta da mesma, é evidenciada por situações de ansiedade e nervosismo, os hábitos alimentares também são. O plano alimentar pode ser influenciado diretamente pelo estresse.

4. Facilita a adoção de hábitos nocivos

A procura pela felicidade e satisfação momentâneas, depois de períodos estressantes, pode levar à adoção de hábitos nocivos (como o tabagismo, o alcoolismo, a mania de roer unhas e de mastigar pontas de caneta). Além disso, o nervosismo e a falta de tempo podem contribuir para o adiamento das consultas com o dentista, negligenciando o cuidado bucal.

Esses costumes podem causar danos aos elementos dentais (como quebras e fraturas). E as visitas ao profissional podem ajudá-lo a evitar um problema maior, já que um diagnóstico precoce é capaz de conter os danos.

Perceba em que você descarrega a energia que seu corpo produz e tente evitar práticas que possam trazer desarmonia à sua vida. O melhor modo de eliminar a carga de hormônios produzida é pela atividade física.

5. Causa bruxismo e apertamento dental

O estresse causa tensão nos músculos e suas principais consequências são o apertamento dental e o bruxismo. Ambos têm suas origens na ansiedade e nervosismo e são a contração dos músculos da face. Contudo, o bruxismo acontece mais enquanto dormimos e o apertamento, durante atividades que nos sobrecarregam.

Eles podem causar dores de cabeça e na articulação temporomandibular, ronco, quebra e trinca de dentes.

6. Resseca a boca

A boca seca é um dos sintomas de estresse que podem ocorrer na cavidade bucal. A saliva é a primeira linha de defesa da boca. Ela umedece o local, ajuda a digerir e dissolver os alimentos e protege de diversas bactérias. Sem essa substância, o risco de gengivite, cáries, infecções e aftas aumenta.

Percebe como são muitos os sintomas de estresse capazes de aparecer em nossa boca e como eles podem levar a doenças mais sérias? Se você gostou deste post e quer ficar em contato com nossas informações, siga as nossas redes sociais. Estamos no Facebook e no Instagram.

Sobre Vital Implantes

O lugar certo para cuidar do seu sorriso!

Especializada em Implantes Dentários, a Vital se notabilizou por viabilizar a execução deste procedimento, até mesmo para aquelas pessoas que jamais imaginaram serem capazes de realizá-lo.

Como adquire sempre uma grande quantidade de Implantes, a Vital tem uma condição especial junto às melhores fabricas e essa mesma condição é transferida ao paciente durante a negociação do seu plano de tratamento. Dá até pra dizer que só não faz o tratamento, quem não quer.

Além de só trabalharmos com as melhores marcas de Implantes, nosso corpo clínico é formado apenas por mestres e especialistas. Dessa forma, conseguimos duas coisas muito boas: reduzimos o tempo de execução e aumentamos a qualidade do tratamento.

Claro que não fazemos apenas Implantes dentários. Temos especialistas nas áreas de periodontia, endodontia, demais cirurgias, ortodontia, prótese e dentística. Dá para fazer todos os procedimentos no mesmo lugar.

Visite uma das nossas unidades e comprove. Além de sabermos muito de odontologia, somos especializados em recebê-lo bem e viabilizar a realização do seu tratamento.

> Para agendar uma avaliação ligue:
- Brasília (61) 3032-5666
- Goiânia (62) 3996-6666

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *