Cirurgia para implante dentário: entenda como funciona

Tempo de leitura: 4 minutos

Quem perdeu um ou mais dentes não precisa viver com dificuldades de mastigar e falar ou até mesmo com vergonha de conversar. A cirurgia para implante dentário traz vida nova ao indivíduo, que voltará a sorrir com segurança e também ficará com a autoestima elevada.

No entanto, muita gente ainda fica com medo só de ouvir a palavra cirurgia e, assim, não procura esse tratamento. Saiba que as técnicas de implante dentário estão muito avançadas e tanto sua colocação como o pós-operatório são muito tranquilos.

Quer conhecer melhor como é feito esse procedimento cirúrgico? Acompanhe nosso post e descubra a facilidade para fazer o tratamento de implante dentário!

Como é a preparação para o procedimento?

O implante dentário foi desenvolvido para ter a mesma funcionalidade e aspecto de um dente natural. Trata-se de um dispositivo formado por duas partes: o pino de titânio, que funciona como a raiz dentária e fica fixado no osso do maxilar ou mandíbula; e a coroa, que é o dente artificial.

Assim, quem perdeu ou precisou extrair um ou mais dentes — e quer voltar a ter um sorriso bonito e qualidade de vida — deve procurar um dentista especializado em implantodontia. 

Ele fará uma avaliação completa de sua saúde bucal e, caso haja algum problema, como cárie ou gengivite, por exemplo, se realiza esses tratamentos antes de colocar o implante. 

Para o planejamento da cirurgia, o dentista solicita alguns exames como radiografias e tomografia computadorizada. Desse modo, é possível fazer um estudo do osso do paciente e escolher o melhor modelo de implante dentário.

Como funciona a cirurgia para implante dentário?

É uma cirurgia simples e rápida, realizada no consultório do dentista. É como outro procedimento odontológico, em que o paciente recebe anestesia local para não sentir dor. O tratamento é feito em duas etapas.

Primeira etapa: colocação do pino

É feita a colocação do pino no osso da mandíbula ou maxilar. Para isso, o dentista faz um corte na gengiva para chegar até o osso, que será perfurado por uma broca para a fixação do dispositivo.

Mas não se assuste: saiba que, além da anestesia, o tecido ósseo não apresenta nervos, assim não há risco de sentir dor. Depois da inserção do implante, o dentista coloca uma tampa de proteção e dá pontos na região.

Segunda etapa: preparação para receber a prótese

É realizada após cerca de 3 semanas a 6 meses, quando já ocorreu o processo de osseointegração, ou seja, o pino de titânio ficou fixado ao osso de forma natural. O dentista faz a reabertura da região para que, pouco tempo depois, o implante e gengivas estejam preparados para receber a prótese.

Terceira etapa: enxerto ósseo 

Para algumas situações em que o paciente não possua massa óssea suficiente para sustentar o implante, é necessária a realização da cirurgia de enxerto ósseo antes da colocação do pino. 

Também é uma etapa realizada no consultório com a aplicação de anestesia local, então não há com que se preocupar. É uma cirurgia que utiliza material sintético ou osso do próprio paciente (como da área do queixo) para formar a estrutura com espessura e altura suficiente para suportar o dispositivo. 

A cicatrização leva de 4 a 6 meses e, depois desse período, o paciente já pode realizar a cirurgia para implante dentário.

Quais os cuidados no pós-operatório?

Depois de fazer a cirurgia, o paciente pode voltar rapidamente às atividades rotineiras. Só é preciso seguir algumas recomendações:

  • tomar os medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios que o dentista prescreveu;
  • fazer uso de bolsas de gelo para reduzir o inchaço;
  • ficar de repouso no dia da cirurgia;
  • ter uma alimentação líquida ou cremosa nos primeiros dias;
  • realizar a higienização bucal com uma escova de cerdas macias e fio dental;
  • fazer o acompanhamento odontológico periódico.

A implantodontia é uma área que não para de se desenvolver com tratamentos cada vez mais precisos, rápidos e que propiciam uma recuperação tranquila. Não há o que temer com a cirurgia para implante dentário e sim pensar nos vários benefícios que ela vai propiciar para sua vida.

Ficou interessado no tratamento de implante dentário? Agende uma avaliação na Vital Implantes e seja atendido por especialistas!

Sobre Dr Pedro Henrique

Dentista avaliador e responsável técnico da Vital Implantes Unidade Goiânia
CRO GO: 12179
Graduado em 2011 pela FOUSP ( Faculdade de Odontologia Universidade de São Paulo)
Especialista em Ortodontia pela FUNORTE (2017)
- Atualização em implantes HC-SP (2011)
- Curso de relacionamento interpessoal dale carning (2017)
- Curso de PNL dale carning

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *