Atenção! Veja os 6 principais sintomas do câncer de boca

Tempo de leitura: 6 minutos

O câncer de boca, embora pouco comentado, é um problema que pode atingir muitas pessoas e que, por desconhecimento dos sintomas iniciais, acabam postergando a visita a um profissional, agravando a situação e dificultando o tratamento.

De acordo com os dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), essa doença atinge mais de 15 mil brasileiros por ano, sendo que os homens registram quase o dobro de casos do que as mulheres. O número de mortes também é alto, com mais de 5 mil casos por ano.

Justamente por tudo isso, saber quais são os sintomas do câncer de boca e quando procurar um dentista especializado é extremamente importante, ajudando a diagnosticar o problema ainda no início e aumentando as chances de cura.

Continue a leitura e veja quais são os principais sinais de que algo não vai bem com a sua saúde bucal.

Quais são os principais sintomas do câncer de boca?

1. Feridas que não cicatrizam

O câncer de boca é um problema silencioso e, na maioria das vezes, os sinais são pequenos ou corriqueiros, o que acaba dificultando que as pessoas prestem atenção a eles.

As feridas, como aftas, podem aparecer quando mordemos a boca sem querer, comemos algo mais quente ou até quando estamos estressados. Porém, geralmente, elas costumam desaparecer em torno de 15 dias.

Se isso não acontecer, é o momento de procurar um dentista, pois esse é um claro sintoma do câncer de boca e que não pode ser desconsiderado.

2. Sangramentos repentinos

Uma boca saudável não sangra, a não ser que você tenha sofrido algum trauma nessa região. Se, ao escovar os dentes ou passar o fio dental, você nota um sangramento repentino na gengiva ou em outras áreas, procure ajuda.

Na maioria das vezes, é possível que o sangramento esteja relacionado a questões periodontais, como a gengivite, mas somente um profissional será capaz de fazer essa avaliação.

3. Manchas nos lábios ou na parte interna da boca

Outro clássico sintoma do câncer de boca são as manchas avermelhadas, enegrecidas ou esbranquiçadas que podem aparecer nos lábios ou em qualquer outro ponto, como no céu da boca, na bochecha e até na língua.

Geralmente, essas manchas têm entre 0,5 cm e 1,5 cm de extensão e costumam indicar muito fortemente uma lesão cancerígena.

4. Caroços na boca ou no pescoço

Outro indício de um possível câncer de boca ou de pescoço são os nódulos (ou caroços). Se você notar algo nesse sentido, independentemente de estar ou não dolorido, procure auxílio de um dentista rapidamente.

5. Gengiva ou língua inchadas

Em uma boca saudável, nenhuma estrutura ficará inchada sem motivos. Por isso, se você tem notado que a sua gengiva ou a sua língua estão com o volume aumentado sem nenhum motivo aparente, cuidado, pois esse também é um sintoma do câncer de boca.

6. Dificuldades ao usar próteses

As próteses são feitas sob medida para cada paciente e, por isso, com o passar do tempo não é normal começar a sentir dores ou desconfortos. Se você nunca teve problemas com a sua prótese ou ponte e, de repente, começou a notar dificuldades, visite o seu dentista de confiança.

Normalmente, a presença de um tumor pode ser o motivo para esse desconforto e somente um profissional conseguirá avaliar com cuidado o seu caso. Outro problema pode ser o inchaço do maxilar, o que faz com que a prótese perca o encaixe correto e passe a incomodar.

Outros indícios

Além desses sintomas do câncer de boca, alguns pacientes podem apresentar outros indícios sugestivos, como:

  • dores de garganta frequentes ou sensação de que algo está “entalado” na garganta;
  • rouquidão e mudança na voz;
  • dificuldades para engolir e/ou para mastigar;
  • dormência em qualquer parte da boca;
  • dentes frouxos ou moles;
  • dor em torno dos dentes ou na mandíbula;
  • dificuldades para mover a língua;
  • mau hálito persistente;
  • perda de peso.

Como é feito o diagnóstico do câncer de boca?

Como você pôde notar, o câncer de boca pode ser diagnosticado com antecedência, ainda nas fases iniciais da doença, desde que você tenha o hábito de realizar o autoexame. Ele é extremamente importante e bem fácil de fazer: basta analisar toda a sua boca em frente a um espelho, buscando encontrar possíveis anormalidades.

Ao notar algum desses sintomas, é imprescindível buscar ajuda de um dentista, que examinará detalhadamente toda a sua boca, inclusive analisando as lesões e as demais anomalias.

Caso ele note a presença de manchas ou de outros indícios, poderá fazer a raspagem desse material e enviá-lo para a análise. Também podem ser indicados outros tipos de exames, como:

  • endoscopia;
  • raio-X;
  • CT-Scan;
  • ressonância magnética.

Esses exames ajudam o profissional a identificar se o câncer de boca já se espalhou para outros pontos da face, indicando os melhores tratamentos.

É possível prevenir?

Como em quase todos os tipos de câncer, neste caso a prevenção também é uma das armas mais importantes contra a doença. A primeira medida nesse sentido é sempre buscar desenvolver hábitos mais saudáveis, como parar de fumar.

Isso porque, entre os fumantes, o câncer de boca é bem mais comum, já que os ativos químicos presentes na fumaça do cigarro têm agentes cancerígenos capazes de causarem a doença.

Também é fundamental cuidar da saúde da sua boca como um todo, visitando um dentista regularmente, escovando os dentes sempre após as refeições e buscando tratar os possíveis problemas que possam surgir.

Outras medidas importantes são: evitar a exposição dos lábios aos raios UVA e UVB, sempre optando por usar protetor solar e outros tipos de proteção para a região, como chapéus e bonés, e buscar prevenir e tratar o HPV, um vírus sexualmente transmissível e que está associado ao câncer de boca.

Como é o tratamento?

Após o diagnóstico de câncer de boca, uma equipe multidisciplinar pensará em um tratamento especial e personalizado para cada paciente. Na maior parte das vezes, a cirurgia se faz necessária, além da quimioterapia ou radioterapia.

Quando diagnosticado cedo, o câncer de boca tem até 80% de chance de cura, por isso o autoexame e as visitas periódicas ao dentista são tão importantes para ficar sempre atento aos sintomas do câncer de boca.

E aí, gostou do conteúdo? Então, compartilhe essas informações importantes com seus amigos em suas redes sociais!

Sobre Dr. Francisco

Dr. Francisco de Oliveira Castro
Dentista avaliador na clínica Vital Implantes.
CRO-DF 9447
Graduado em 1997 pela FELA-INCA/UEMG;
Pós-graduando em Implantodontia na EAP-ABO de Campo Belo - MG.

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *