9 mitos e verdades sobre o uso do botox na odontologia

Tempo de leitura: 6 minutos

O uso da toxina botulínica — popularmente conhecida como botox — tem se tornado mais comum por cirurgiões-dentistas. Sua aplicação no ramo da odontologia ainda gera muitas dúvidas entre pacientes, que se sentem inseguros para fazer o procedimento com um profissional que não seja médico. No entanto, a procura dessa prática nos consultórios odontológicos vem crescendo gradativamente.

E não é para menos, pois a substância pode ser usada tanto para fins estéticos quanto terapêuticos. Em alguns tratamentos, o uso do botox é uma alternativa para pacientes que não querem se submeter a um procedimento cirúrgico.

Mas, mesmo que a administração da toxina seja um procedimento seguro e eficaz, ainda existem muitas dúvidas relacionadas ao seu uso. Por isso, criamos este post a fim de esclarecer o que é verdade e o que é mito sobre o uso do botox na odontologia. Confira!

1. Dentistas só podem aplicar a substância para fins terapêuticos

Mito. Quando o uso da toxina botulínica na odontologia foi autorizado pelo Conselho Federal de Odontologia, sua função era voltada somente para fins terapêuticos. Porém em 2016, o Conselho autorizou o cirurgião-dentista a aplicar o botox também com a finalidade estética.

Sendo assim, hoje o dentista já pode utilizar o produto em toda a face. Mas atenção: ele deve estar devidamente habilitado a fim de realizar o procedimento.

2. O sorriso gengival é corrigido pelo uso do botox

Verdade. O tratamento para reparar essa questão (caracterizada pelo excesso de gengiva que aparece quando a pessoa sorri) pode incluir a aplicação da toxina botulínica. O procedimento é rápido e prático, e age impedindo que o lábio superior se levante muito, exibindo demais a mucosa.

O botox nesse caso é uma excelente opção para as pessoas que não querem se submeter a uma cirurgia, pois não há pós-operatório nem necessidade de se afastar de suas atividades diárias (como o trabalho e os estudos, por exemplo).

3. A aplicação é indicada para tratar pacientes com bruxismo

Verdade. Pacientes com problemas de bruxismo sofrem muito com dores de cabeça e nas articulações, desgaste e amolecimento dos dentes, entre outros problemas. Além disso, usar a placa protetora ao dormir talvez cause desconforto.

Mas, felizmente, com a evolução do uso da toxina botulínica na odontologia, esses problemas podem ser amenizados. Para tanto, o dentista aplica a substância nos músculos responsáveis pela contração que causa o ranger dos dentes, gerando paralisia e impedindo que eles se contraiam. 

4. Os efeitos são imediatos e definitivos

Mito. Os efeitos do botox começam a aparecer nas primeiras 48 horas e vão aumentando progressivamente até se estabilizarem — o que ocorre entre 15 e 20 dias após sua utilização.

A durabilidade do tratamento é de 3 a 6 meses, dependendo da área em que a substância foi empregada e do tratamento realizado. Após esse período, é necessária outra aplicação.

5. Assimetria facial pode ser corrigida com o botox

Verdade. O uso do botox também é capaz de resolver problemas de assimetria facial. Nesse caso, a utilização da substância também é muito eficaz e uma excelente opção para quem não quer fazer cirurgia.

A aplicação da toxina botulínica possibilita o equilíbrio muscular facial, restabelecendo a harmonia e deixando o rosto esteticamente mais proporcional.

6. Pode ser usado durante o tratamento de implante dentário

Verdade. Quando utilizado antes da cirurgia de implante, o botox facilita a integração da peça na maxila ou na mandíbula. Isso acontece porque o efeito da toxina causa relaxamento da musculatura, diminuindo a força do fechamento da boca durante o período de osseointegração.

Além disso, o “afrouxamento” do músculo auxilia na adaptação ao uso de próteses dentárias.

7. Dentistas podem aplicar o botox para melhorar a aparência dos lábios

Verdade. A principal finalidade do uso da toxina botulínica na odontologia é deixar o paciente com um sorriso bonito e harmônico. E, para isso, é preciso que o rosto em geral esteja bem cuidado. Os lábios são um exemplo disso, pois costumam perder o contorno e o volume com o passar dos anos, tornando-se menos bem-proporcionados.

O uso do botox ao redor da boca reduz as rugas, deixando os lábios com aparência de serem mais volumosos. Além disso, o uso de preenchedores combinados com a substância pode devolver o volume e o contorno que foram perdidos com a idade.

8. Não há contraindicações para o uso da toxina botulínica na odontologia

Mito. Há algumas situações nas quais o uso do botox não é indicado e o profissional deve orientar o paciente em relação a elas. Pessoas com alergia à substância não devem se submeter ao procedimento (isso é muito raro, mas pode acontecer). 

Mulheres grávidas devem evitar o procedimento, pois a toxina botulínica pode causar parto prematuro, malformação e até morte do feto. A aplicação também não é indicada àquelas que estejam em fase de amamentação, já que o botox, como qualquer outro elemento químico, é capaz de afetar a qualidade do leite.

9. O uso do botox vicia

Mito. É comum que as pessoas pensem que as aplicações da substância podem causar vício ou uma piora na qualidade da pele. Nada disso é verdade. 

Conforme já dissemos, os efeitos são passageiros e desaparecem por completo após 3 a 6 meses. A aparência da pele também não ficará pior quando a ação do botox acabar, mas sim da forma que era antes. Por isso, não acredite quando alguém disser que o seu rosto “nunca mais será o mesmo” após a utilização. 

Como você viu, o uso da toxina botulínica na odontologia é seguro e eficaz, desde que seja feito por profissionais competentes. Portanto, se surgir a vontade de mudar algo em seu rosto ou sorriso, converse com o seu dentista sobre a possibilidade de fazer o tratamento.

E, ao realizar o procedimento, lembre-se de seguir à risca todas as orientações do profissional. Isso porque, apesar de a aplicação do botox não ser invasiva, são necessários cuidados, como todo tratamento estético. Caso contrário, pode haver complicações.

Gostou do post? Quer receber outros conteúdos tão interessantes quanto este? Assine a nossa newsletter!

Sobre Vital Implantes

O lugar certo para cuidar do seu sorriso!

Especializada em Implantes Dentários, a Vital se notabilizou por viabilizar a execução deste procedimento, até mesmo para aquelas pessoas que jamais imaginaram serem capazes de realizá-lo.

Como adquire sempre uma grande quantidade de Implantes, a Vital tem uma condição especial junto às melhores fabricas e essa mesma condição é transferida ao paciente durante a negociação do seu plano de tratamento. Dá até pra dizer que só não faz o tratamento, quem não quer.

Além de só trabalharmos com as melhores marcas de Implantes, nosso corpo clínico é formado apenas por mestres e especialistas. Dessa forma, conseguimos duas coisas muito boas: reduzimos o tempo de execução e aumentamos a qualidade do tratamento.

Claro que não fazemos apenas Implantes dentários. Temos especialistas nas áreas de periodontia, endodontia, demais cirurgias, ortodontia, prótese e dentística. Dá para fazer todos os procedimentos no mesmo lugar.

Visite uma das nossas unidades e comprove. Além de sabermos muito de odontologia, somos especializados em recebê-lo bem e viabilizar a realização do seu tratamento.

> Para agendar uma avaliação ligue:
- Brasília (61) 3032-5666
- Goiânia (62) 3996-6666

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *