8 principais cuidados pós-implante dentário que você deve ter

Tempo de leitura: 9 minutos

implante dentário consiste em um suporte ou estrutura de metal que é posicionado cirurgicamente no osso maxilar, substituindo a raiz do dente original, sobre a qual será colocado o novo dente. Ele deve ser realizado após a perda do dente, já que, com o passar do tempo, o osso passa por um fenômeno de reabsorção fisiológica que pode danificar e inviabilizar a sobreposição da nova raiz.

Para realizar a fixação do novo dente, o paciente precisa ser saudável e ter mais de 17 anos, pois é nessa idade em que está concluindo o processo de formação e desenvolvimento dos ossos da face. Além disso, o procedimento é uma solução quando o dente não apresenta condições de ser recuperado e, portanto, precisa ser extraído.

Para evitar processos inflamatórios, infecciosos e contribuir para uma boa cicatrização, é importante que o paciente se preocupe com os cuidados pós-implante dentário. Mas você sabe quais cuidados específicos são esses? Neste post, vamos esclarecer o que é o implante dentário, como é realizada a cirurgia, e as principais medidas que devem ser cumpridas no pós-operatório.

Continue a leitura e veja como é possível contribuir para uma recuperação mais rápida e sem contratempos!

O que é o implante dentário?

O implante dentário é, na verdade, um pino de titânio que é colocado no osso maxilar, abaixo da gengiva. Ele funciona como a raiz do dente, que depois recebe a coroa ou o dente artificial por cima. O titânio é o material mais utilizado nesse procedimento por ser biocompatível, ou seja, o organismo não o considera como um corpo estranho e não ocorre rejeição do material.

Como explicamos no começo do post, é o tratamento indicado para pacientes que sofreram a perda do dente. Além do ganho com a questão estética, eles podem ter de volta a qualidade de vida, já que esse dispositivo apresenta a mesma aparência, resistência e funcionalidade de um dente natural.

Como é a cirurgia?

Para a colocação do implante dentário, é necessária uma cirurgia que se assemelha à da extração do dente do siso. O paciente recebe anestesia local e não sente nada durante o procedimento, cujo tempo médio é de duas horas.

Logo após a cirurgia, já se inicia o processo de cicatrização. É por esse motivo que os cuidados pós-implante dentário devem ser seguidos à risca pelo paciente. Para o sucesso do tratamento, é preciso que ocorra a osseointegração — processo de recuperação do tecido ósseo, em que o pino de titânio fica totalmente aderido ao osso sem complicações.

Para que esse processo ocorra sem riscos, preste atenção a todas as orientações do seu dentista e tenha uma recuperação tranquila.

Quais os cuidados pós-implante dentário?

Como toda cirurgia, é normal que o paciente sinta dor nos primeiros dias. Porém, para amenizar os incômodos e contribuir para o processo de cicatrização, é importante tomar cuidados especiais. Confira abaixo alguns deles.

1. Alimentação

É preciso mudar os hábitos alimentares para obter resultados satisfatórios com a instauração do novo dente. Nos primeiros dias pós-cirurgia, deve-se evitar mastigar alimentos duros, pois podem quebrar a coroa e os dentes naturais.

O ideal é que a dieta seja líquida ou pastosa e sempre fria, como sorvete, sucos, iogurtes, vitaminas e açaí. Não é aconselhado consumir alimentos quentes, visto que o calor provoca a vasodilatação, o que contribui para aumentar o sangramento.

Na primeira semana, é importante mastigar devagar e evitar utilizar a parte que foi operada. A região está muito sensível e qualquer pressão pode causar dor e sangramento.

2. Repouso

É fundamental que, nas primeiras 72 horas, o paciente fique em repouso para reduzir o inchaço e a dor. Isso envolve tanto o repouso físico quanto o mastigatório. Sendo assim, nas primeiras horas pós-cirurgia, é necessário seguir os conselhos que demos no item anterior para obter uma recuperação mais eficaz e rápida. 

Evite dirigir, carregar peso, entre outras atividades que demandam esforço. Se você pratica exercícios físicos, a recomendação é que deixe o hábito um pouco de lado por, pelo menos, três dias após a cirurgia. Caso contrário, o sangramento, o inchaço e a dor vão aumentar.  

No dia a dia, peça ajuda de familiares ou amigos para a realização de algumas tarefas.

3. Medicação

Para evitar inflamações, infecções e minimizar a dor, um dos cuidados pós-implante dentário é tomar os medicamentos prescritos pelo dentista nos horários e doses indicados. 

As infecções podem comprometer o tratamento e ocorrem por descuido do paciente no pós-operatório, quando, por exemplo, ele não toma os antibióticos da forma correta.

Evite se automedicar ou usar qualquer receita caseira. Se a dor for muito intensa mesmo após a medicação indicada, procure o dentista.

4. Higienização

Para a limpeza da área da cirurgia, nos primeiros dias, é preciso muito cuidado. Por isso, o indicado é somente utilizar uma gaze embebida em soro fisiológico. Certifique-se de retirar todos os restos de alimentos da região.

Para o restante da boca, higienize normalmente. Utilize uma escova com cerdas macias e faça movimentos bastante suaves para não agredir a área em recuperação. Lembre-se, ainda, de usar o fio dental e de limpar, além dos dentes, a boca, a língua e as gengivas.

Quanto ao enxaguante bucal, só utilize se o dentista prescrever.

5. Redução do inchaço e do sangramento

É normal haver inchaço e um leve sangramento após a colocação do implante. No entanto, o paciente pode adotar algumas práticas para lidar com isso. Veja!

Fazer compressas

Nas primeiras 48 horas, aplique gelo no lado operado. Você pode utilizar bolsas próprias para esse fim (encontradas em farmácias) ou colocar gelo em um saco plástico. Em qualquer situação, não encoste o gelo diretamente no rosto — coloque uma toalha para proteger sua pele.

Deixe a compressa fria em contato com a área da cirurgia por cinco minutos, dê um intervalo de dez minutos e recoloque por mais cinco. O gelo provoca a vasoconstrição, o que ajuda a reduzir o risco de hemorragias e inchaços, além de minimizar a dor.

Se o edema não cessar após os dois primeiros dias, você pode fazer compressas quentes no local. Se isso não for suficiente, não hesite em procurar o dentista.

Tomar cuidado ao deitar

O cuidado ao deitar também é faz muita diferença para a eficácia do pós-operatório. É preciso apoiar a cabeça em travesseiros e almofadas, de modo que ela fique mais elevada que o corpo e as costas. Assim, você reduz o risco de sangramento.

Na hora de dormir, evite deitar de bruços ou sobre o lado que foi operado.

6. Acompanhamento regular no dentista

Muita gente acha que depois da cirurgia não precisa voltar para o consultório. Pelo contrário: é fundamental comparecer à consulta de retorno. Mais do que a retirada dos pontos, o profissional fará a avaliação do implante dentário para, assim, evitar eventuais complicações e garantir sua durabilidade.

Depois disso, visite o dentista regularmente para garantir que tudo vai bem não só com o implante, mas com a saúde bucal de forma geral. Vale salientar que uma manutenção insuficiente pode resultar em gengivite, ou seja, inflamação da gengiva.

7. Infecção

O processo de infecção é uma das principais causas dos problemas gerados durante a implantação dentária. Isso porque prejudica a osseointegração do implante. A infecção da gengiva em torno do implante tem sido um dos maiores responsáveis por falhas de sua reabilitação, posto que afeta os tecidos e causa perda óssea.

Por falar em perda óssea, saiba que ela ocorre mesmo com a colocação do implante. Portanto, é fundamental o uso de antibióticos prescritos pelo especialista, a fim de manter a gengiva e o implante em ótimas condições. 

Se persistirem dores intensas, é necessário procurar seu dentista.

8. Outros hábitos

Existem ações que são prejudiciais para a recuperação do paciente. Logo, é fundamental evitar alguns hábitos nas primeiras horas após a cirurgia, com o objetivo de alcançar resultados satisfatórios com a implantação e reduzir o sangramento. Nesse sentido, as principais recomendações são:

  • não faça sucção com o canudo;
  • não faça bochechos;
  • não cuspa;
  • não se exponha ao sol;
  • não roa unhas;
  • não ingira bebidas alcoólicas;
  • não morda ou aperte os lábios e a língua.

Além disso, se você é fumante, preste atenção: o fumo é um dos grandes causadores das falhas de reabilitação do implante, porque as substâncias presentes no cigarro enfraquecem a estrutura óssea e favorecem a ocorrência de problemas pós-operatórios. Sendo assim, não fume!

Enfim, esses são os cuidados pós-implante dentário que você deve ter para garantir o sucesso no tratamento. Como explicamos, são colocados pinos de titânio no osso maxilar por meio de procedimento cirúrgico. Por isso, é essencial adotar boas práticas para que o corpo se recupere e se adapte naturalmente a esse material.

Vale destacar que essa cirurgia tem grande importância para quem sofre de baixa autoestima e deseja mudança nos dentes, pois ela promove um sorriso mais harmônico, melhora a qualidade de vida do indivíduo e devolve a eficiência mastigatória. Então, buscar um profissional capacitado e especializado faz toda a diferença.

Gostou das nossas informações sobre implante dentário e cuidados pós-operatórios? Compartilhe este post nas suas redes sociais para que outras pessoas também fiquem por dentro do assunto!

Sobre Dr. Francisco

Dr. Francisco de Oliveira Castro
Dentista avaliador na clínica Vital Implantes.
CRO-DF 9447
Graduado em 1997 pela FELA-INCA/UEMG;
Pós-graduando em Implantodontia na EAP-ABO de Campo Belo - MG.

3 Comentários

  1. joão

    informações estão idênticas, as que meu dentista me passou . estou feliz e cumprirei tudo ao pé da letra…

    Responder
  2. Raquel Santos

    Ola após as cirurgias de implantes,quantos dias posso comecar a pegar peso

    Responder
    1. Dr. Francisco

      Olá Raquel, para melhor lhe atender, vamos agendar uma avaliação para esclarecer todas as suas dúvidas? =D
      Brasília 061-3032-5666
      Goiânia 062-3996-6666
      Um abraço!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *