6 problemas causados pela má mastigação dos alimentos

Tempo de leitura: 6 minutos

Mastigar é uma ação tão automática que dificilmente paramos para prestar atenção nisso na hora das refeições. Mas é preciso ficar alerta a má mastigação! Com o estresse do dia a dia, as pessoas estão sempre com pressa e acabam comendo de forma rápida.

Porém, essa correria toda pode ser responsável por diversos problemas causados pela má mastigação dos alimentos, o que compromete a saúde e a qualidade de vida. A boca tem o mecanismo perfeito para essa ação que inicia o processo da digestão, desse modo, quando há falhas já nessa etapa, o organismo será prejudicado.

Acompanhe este artigo e descubra 6 problemas causados pela má mastigação, qual é a maneira correta de mastigar os alimentos, além dos tratamentos odontológicos para ajudar pacientes que têm dificuldades nesse processo. Confira!

Quais são os perigos da má mastigação?

Além de não apreciar os sabores das refeições, deixar de triturar corretamente os alimentos pode trazer danos à saúde. Veja abaixo os principais problemas causados pela má mastigação:

1. Cáries

A saúde bucal pode ser prejudicada pela mastigação incorreta, já que a produção de saliva será menor e sua função é, além de digerir a comida, fazer a limpeza da boca e dos dentes, eliminando os restos de alimentos e prevenindo o aparecimento da placa bacteriana, das cáries e também do mau hálito.

Além disso, quando mastigamos rapidamente, utilizamos somente um dos lados da boca e, dessa forma, alguns dentes podem ficar mais desgastados do que outros, podendo causar erosão e sensibilidade dentária.

2. Distúrbios na articulação temporomandibular 

A articulação temporomandibular (ATM) faz a ligação do maxilar ao crânio. A má mastigação pode causar um desequilíbrio na ATM, visto que os músculos não vão trabalhar de forma adequada. Isso pode gerar uma inflamação e desencadear dor de cabeça, no pescoço, nos ombros, nas costas e desconforto também ao mastigar.

3. Assimetria facial

A mastigação unilateral, ou seja, quando utilizamos somente um dos lados para triturar os alimentos, pode comprometer a harmonia do rosto, causando a assimetria facial.

Um dos lados do rosto fica mais flácido e com o tônus reduzido porque a musculatura não é exigida na hora da mastigação.

4. Má digestão

A digestão começa pela boca com a ação das enzimas presentes na saliva. É preciso formar um bolo alimentar coeso, que será mais fácil de ser engolido e, consequentemente, digerido.

Quando os alimentos não são triturados corretamente deixam o estômago sobrecarregado e isso dificulta o processo de digestão. Sem contar que, para ajudar na deglutição de pedaços grandes, as pessoas acabam tomando líquidos em excesso junto com as refeições, o que sobrecarrega ainda mais o organismo.

Desse modo, má digestão, azia, dor abdominal, gases, sonolência e até gastrite são problemas causados pela má mastigação.

5. Aumento de peso

Quando você come devagar e mastiga corretamente os alimentos, dá mais tempo para que seu organismo entenda que já está saciado. Você sabia que, somente após 20 minutos do momento em que começa a comer, o cérebro registra que o estômago está cheio?

Dessa forma, um dos problemas causados pela má mastigação é o aumento de peso, porque ao comer correndo e engolir pedaços grandes dos alimentos podemos engordar, já que vamos comer mais do que deveríamos.

6. Má absorção dos nutrientes

Se você não mastigar corretamente os alimentos, vai mandar para o estômago pedaços grandes de comida, certo? O problema é que essas porções não vão se quebrar em partes menores no órgão.

A ação digestiva por meio das enzimas e sucos gástricos vai agir na superfície desses pedaços, assim, a absorção de nutrientes (vitaminas, minerais, proteínas, carboidratos e lipídeos) ficará prejudicada.

Como deve ser a mastigação?

Para garantir que os alimentos sejam triturados adequadamente, antes de tudo é preciso comer sem pressa. A dica é pegar pequenas porções por vez e realizar a mastigação bilateral, quer dizer, usando os dois lados da boca. Atenção também aos movimentos das mandíbulas, que devem ser verticais e rotatórios.

Trabalho conjunto

A mastigação é um trabalho conjunto entre dentes, língua e bochechas. Os dentes incisivos têm a função de cortar os alimentos, os pré-molares realizam o trabalho de partir em pedaços menores, enquanto os molares finalizam, pulverizando esse bolo alimentar. 

Como dissemos, a saliva conta com uma enzima que realiza o início da digestão dos alimentos, assim, ela tem um papel primordial em todo o processo.

Quais são as causas da má mastigação e os tratamentos?

São diferentes causas que contribuem para a má mastigação e uma delas pode ser a ansiedade e o estresse do dia a dia. Porém, existem problemas relacionados à saúde bucal que interferem nesse processo, como:

Sensibilidade dentária

Pessoas que sofrem com dentes sensíveis podem mastigar de forma incorreta para evitar a dor, principalmente na hora de consumir alimentos muito quentes, frios ou açucarados.

Isso atrapalha o dia a dia, mas tem solução. O dentista faz o tratamento com o laser de baixa potência, que alivia o desconforto pois promove o efeito analgésico e anti-inflamatório.

É possível ainda fazer a aplicação de selantes ou resinas que têm a função de fechar as fissuras nos dentes, responsáveis pela sensibilidade. Por fim, o dentista pode ainda aplicar o verniz fluoretado com o objetivo de mineralizar o dente.

Ausência de um ou mais dentes

Não ter um ou mais dentes, além de ser ruim para a aparência, compromete a mastigação, a respiração e até a fala. 

Para esse problema, existem os implantes dentários, estruturas de titânio que substituem o aspecto e a funcionalidade de um dente natural. 

Próteses mal encaixadas

Problemas com as próteses móveis, como encaixe incorreto, dificultam a mastigação. É preciso procurar o dentista e fazer uma prótese que se encaixe perfeitamente para que, além de melhorar a trituração dos alimentos, o paciente não sofra com aftas e outros problemas de saúde bucal.

Mordida cruzada

Pacientes com mordida cruzada, situação em que as arcadas dentárias estão desalinhadas, também podem sofrer com a má mastigação. Mas é só procurar o dentista e realizar o tratamento ortodôntico, que trará, além de saúde, um sorriso alinhado e estético.

Como você pôde ver, o tratamento odontológico é imprescindível para garantir que a mastigação seja feita de forma adequada e que o paciente tenha qualidade de vida.

Aprecie as refeições e sinta o sabor dos alimentos para evitar problemas causados pela má mastigação. Não coma correndo e valorize esse momento. Você protege sua saúde bucal, evita danos digestivos e até a obesidade. Não hesite em procurar o dentista para tratar as causas desse quadro e viver melhor!

Você mastiga corretamente? Tem outras dúvidas sobre o assunto? Conte para a gente nos comentários!

Sobre Vital Implantes

O lugar certo para cuidar do seu sorriso!

Especializada em Implantes Dentários, a Vital se notabilizou por viabilizar a execução deste procedimento, até mesmo para aquelas pessoas que jamais imaginaram serem capazes de realizá-lo.

Como adquire sempre uma grande quantidade de Implantes, a Vital tem uma condição especial junto às melhores fabricas e essa mesma condição é transferida ao paciente durante a negociação do seu plano de tratamento. Dá até pra dizer que só não faz o tratamento, quem não quer.

Além de só trabalharmos com as melhores marcas de Implantes, nosso corpo clínico é formado apenas por mestres e especialistas. Dessa forma, conseguimos duas coisas muito boas: reduzimos o tempo de execução e aumentamos a qualidade do tratamento.

Claro que não fazemos apenas Implantes dentários. Temos especialistas nas áreas de periodontia, endodontia, demais cirurgias, ortodontia, prótese e dentística. Dá para fazer todos os procedimentos no mesmo lugar.

Visite uma das nossas unidades e comprove. Além de sabermos muito de odontologia, somos especializados em recebê-lo bem e viabilizar a realização do seu tratamento.

> Para agendar uma avaliação ligue:
- Brasília (61) 3032-5666
- Goiânia (62) 3996-6666

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *