5 dicas práticas de como aliviar a dor do dente siso

Tempo de leitura: 6 minutos

Só quem já sentiu o desconforto causado pelo nascimento de um dente siso sabe o quanto este período do desenvolvimento bucal é difícil. A sensação de pressão nas gengivas pode ser constante e o grau de incômodo varia de uma pessoa para outra, trazendo à tona a necessidade de encontrar alternativas práticas para cessar a dor.

Por essa razão, este artigo reúne cinco dicas simples e eficazes para ensinar como aliviar a dor do dente siso. O primeiro passo é entender por que essa dor acontece. Confira e esclareça suas dúvidas!

Entenda por que a dor acontece

O nascimento dos dentes sisos, que normalmente ocorre no intervalo de idade entre os 15 e os 21 anos, é uma das causas de dor de dente mais comuns.

O dente siso, também chamado de terceiro molar, fica localizado na região mais posterior da arcada dentária. São quatro dentes no total, dois na arcada superior e dois na inferior.

O quadro de desconforto e dor acontece pois, para nascer, o dente siso precisa empurrar os outros dentes e abrir espaço na gengiva, causando a sua inflamação. A consequência é a dor intensa, que pode se expandir da boca para a face e a cabeça, gerando dificuldades na alimentação e no sono.

Para aliviar a dor do dente siso de maneira segura, é fundamental procurar o consultório odontológico e fazer uma avaliação completa da saúde bucal.

Saiba por que procurar o dentista para aprender como aliviar a dor 

Embora muitas pessoas acreditem que não é preciso procurar o dentista para saber como aliviar a dor do dente siso, a avaliação profissional é muito importante nesse momento.

Antes de recorrer a receitas caseiras para diminuir o desconforto com os dentes que nascem, é preciso visitar o consultório odontológico. Só assim o dentista poderá avaliar a presença de complicações, indicar os cuidados diários ou prescrever tratamentos mais adequados nos casos de dor muito severa.

Outra avaliação necessária nesse momento diz respeito à necessidade de extração do dente siso, que pode ser indicada quando os dentes estão inclusos ou não há espaço nas gengivas.

Além disso, o profissional pode checar as condições gerais de saúde bucal, identificando a formação da placa bacteriana e de cáries, além de outros problemas.

Agora que você já entende as causas dessa dor e por que a orientação do dentista é fundamental nesse momento, é hora de aprender como aliviar a dor do dente siso no dia a dia, com cinco dicas simples.

Veja 5 práticas de como aliviar a dor do dente siso

1. Use compressas quentes ou frias

O calor é uma boa alternativa para promover relaxamento e alívio da dor e da sensação de latejante causada pelo nascimento do dente siso. Você pode usar bolsas de água quente, tomando o cuidado de não colocar peso em excesso sobre a região dolorida, pois isso pode agravar os sintomas ao invés de atenuar.

No entanto, se houver sinais de inflamação nas gengivas, como feridas ou sangramentos, o melhor é fazer compressas geladas, pois o frio ajuda a interromper os processos inflamatórios.

Seja qual for o tipo de compressa usada para aliviar a dor do dente siso, a pele do rosto deve ser protegida com uma toalha, para evitar queimaduras. Além disso, basta a aplicação durante 15 a 20 minutos, três vezes ao dia para ter resultados satisfatórios e sentir mais alívio.

2. Faça bochechos com água e sal

O sal é uma substância capaz de estimular respostas anti-inflamatórias e analgésicas. Tanto que os bochechos e gargarejos com água salgada são indicados não apenas para aliviar a dor do dente siso, mas também nos casos de inflamação nas gengivas ou na garganta.

Quando combinado com a água morna, os efeitos são ainda melhores. Você deve aquecer cerca de 200mL de água e, em seguida, acrescentar uma colher de sobremesa de sal.

Faça os bochechos ao menos três vezes por dia, lembrando-se de não engolir a água.

3. Adote mudanças na alimentação

A rotina alimentar pode contribuir tanto para agravar os incômodos quanto para aliviar a dor do dente siso. Sendo assim, o ideal é adotar algumas mudanças na alimentação, ao menos enquanto os dentes estiverem nascendo.

Dê preferência a alimentos pastosos e macios, evitando os alimentos mais duros, cuja mastigação é mais difícil. A temperatura da comida também deve ser observada, evitando pratos muito quentes, que podem agravar a dor e a inflamação das gengivas.

Alguns alimentos possuem substâncias com capacidade curativa em sua composição. Por isso, vale a pena apostar nas alternativas naturais para combater a dor de dente.

4. Aposte nos analgésicos e anti-inflamatórios naturais

O limão é uma fruta com propriedades anti-inflamatórias e antissépticas. O suco pode ser aplicado diretamente no local dolorido, com ajuda de um algodão. Outra alternativa é acrescentar um pouco do suco de limão à água com sal para fazer os bochechos.

O chá-preto, por sua vez, é um ótimo analgésico e anti-inflamatório. Isso é possível graças à presença do ácido tânico. Ele pode ser usado na forma de compressa local, como o suco de limão, ou pode ser consumido como bebida ao longo do dia.

A salsa ajuda a controlar a dor e a inflamação. Você pode macerar as folhas e aplicar diretamente sobre as gengivas ou mastigá-las por alguns minutos antes do almoço ou jantar.

Porém, se nenhuma das opções naturais trouxer alívio, você pode recorrer aos remédios que podem ser adquiridos nas farmácias sem receita médica.

5. Use analgésicos de venda livre

Existem alguns analgésicos de venda livre que podem promover bons resultados para quem sofre com a dor do dente siso, entre eles o paracetamol, a dipirona e o ibuprofeno, sendo importante seguir com atenção as informações da bula sobre a dosagem.

Ainda que não seja preciso ter uma receita médica para comprar esses medicamentos, você pode ir ao consultório odontológico para esclarecer as dúvidas e saber como consumi-los da forma correta.

Chegando ao final do nosso artigo, é preciso lembrar que manter a boca limpa é essencial, seja qual for o motivo da dor de dente.

Mesmo com o incômodo, a escovação, uso do fio dental e do enxaguante bucal não devem ser deixados de lado.

O acúmulo de restos alimentares pode criar o ambiente ideal para a multiplicação de bactérias, causando infecções que comprometerão a integridade das gengivas e afetarão a saúde bucal de forma grave. Isso sem falar no aparecimento ou agravamento de cáries e na formação do tártaro.

Por isso, agora que você já aprendeu como aliviar a dor do dente siso, conheça cinco práticas de higiene bucal fundamentais no dia a dia.

Sobre Dr. Francisco

Dr. Francisco de Oliveira Castro
Dentista avaliador na clínica Vital Implantes.
CRO-DF 9447
Graduado em 1997 pela FELA-INCA/UEMG;
Pós-graduando em Implantodontia na EAP-ABO de Campo Belo - MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *